Busca:

Francisco de Oliveira Lima

Francisco de Oliveira Lima
Circa 1880 Rio de Janeiro, RJ
Circa 1950 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Foi compositor e instrumentista que atuou no Rio de Janeiro em fins do século XIX e começo do século XX. Teve músicas gravadas na Odeon e dirigiu o Terceto Francisco Lima e o Grupo Francisco Lima que também gravaram discos na Odeon. Compôs valsas, chótis, mazurcas, habaneras, tangos e polcas. Em 1913, suas valsas "Sinto deixar-te" e "Hercília", os chótis "Olímpia", "O sorrir de um anjo" e "A lira da minh'alma"; as polcas "Cabulosa", "Benedito Pedroso" e "Estrada de ferro", e a mazurca "Coração encantado" foram gravadas na Odeon pelo Grupo Lima Vieira & Cia. Em 1914, teve 12 composições gravadas na Odeon pelo Terceto Francisco Lima: as valsas "Acordes do coração", "Preterida", "Mágoa perpétua" e "Quando te amei", as polcas "Benedito Lima", "Toque aquela", "Fonógrafo" e "Araci", e os chótis "Dulce", "Não sei" e "Iaiá" e a habanera "Amorosa". Em 1915, o Grupo Francisco Lima gravou as valsas "Colhendo flores", "Lágrima saudosa" e "Alegria"; os chótis "Sonho do passado", "Darci", "Amor e pranto" e "Pálido sorriso" e o tango "O Frederico no choro". Ao todo teve 29 músicas gravadas na Odeon nos anos de 1913 e 1914. É possível que outras de suas obras também tenham sido gravadas, mas, como na época era comum o nome dos autores muitas vezes não aparecer no selo dos discos, não se poderá saber a veracidade desse fato.

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Pixinguinha
3 Luiz Gonzaga
4 Eumir Deodato
5 Raul Seixas
6 Nelson Gonçalves
7 Garoto
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso