Busca:

Fernando Brant

Fernando Rocha Brant
9/10/1946 Caldas, MG
12/6/2015 Belo Horizonte, MG

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Em 1967, participou do II Festival Nacional da Canção (TV Globo) com três canções escritas em parceria com Milton Nascimento: "Morro velho", "Maria minha fé" e "Travessia". Essa última foi classificada em 2º lugar no evento, em interpretação do próprio Milton Nascimento, que a registrou em seu primeiro LP lançado nesse ano. Em 1968, participou do IV Festival de Música Popular Brasileira (TV Record), com a canção "Sentinela" (c/ Milton Nascimento), defendida por Cynara e Cybele.

Seguiram-se inúmeras canções em parceria com Milton Nascimento, registradas nos discos desse compositor e cantor, como "Outubro", "Beco do Mota", "Sunset Marquis 333 Los Angeles" e "Rosa do ventre".

Em 1970, escreveu (c/ Milton Nascimento) a trilha sonora de "Tostão, a fera de ouro", curta-metragem de Ricardo Gomes Leite e Paulo Laender, com destaque para a canção "Aqui é o país do futebol". Ainda nesse ano, Milton Nascimento gravou outras canções de sua autoria, como "Para Lennon e McCartney" (c/ Lô Borges e Marcio Borges) e "Durango Kid" (c/ Toninho Horta).

Em 1972, suas composições "San Vicente" e "Ao que vai nascer", ambas em parceria com Milton Nascimento, e "Paisagem na janela" (c/ Lô Borges) foram incluídas no histórico LP "Clube da Esquina" , de Milton Nascimento e Lô Borges.

Dois anos depois, o disco "Milagre dos peixes", de Milton Nascimento, registrou novamente a parceria dos dois compositores na faixa-título e na canção "Escravos de Jó".

Considerado o principal letrista de Milton Nascimento, continuou trabalhando com o parceiro durante as décadas de 1980 e 1990. Com mais de 200 canções gravadas, a dupla registrou inúmeros sucessos, como "Maria, Maria", "Planeta blue", "Promessas do sol", "O vendedor de sonhos", "Canção da América", "Saudade dos aviões da Panair (Conversando no Bar)", "Encontros e despedidas", "Nos bailes da vida" e "San Vicente", além dos já citados.

Em 1998, as canções "Janela para o mundo" e "Louva-a-deus" (c/ Milton Nascimento), fizeram parte do repertório de "Nascimento", disco premiado com o Grammy desse ano.

Além dos parceiros referidos, compôs também com Tavinho Moura ("Nossa Senhora de Ó", entre outras) e Sirlan ("Nove anos" e "Profissão de fé", entre outras).

Em 2000, trabalhou no musical "Fogueira do divino", para o qual escreveu 20 letras inéditas, que receberam arranjos musicais de Nivaldo Ornellas e Tavinho Moura.

É membro da diretoria da União Brasileira de Compositores (UBC), bem como do Conselho Editorial de "Pauta", revista especializada, publicada por essa entidade. Em 2011, numa parceria do Instituto Cultural Cravo Albin com o selo Discobertas, foi lançado o box "100 Anos de Música Popular Brasileira", contendo quatro CDs duplos, com áudio restaurado por Marcelo Fróes da coleção  de oito LPs da série homônima produzida por Ricardo Cravo Albin, em 1975, com gravações raras dos programas radiofônicos “MPB 100 ao vivo” realizadas no auditório da Rádio MEC, em 1974 e 1975. O compositor participou do volume 6 da caixa, com suas canções “Travessia” e “Canção do sal”, ambas com Milton Nascimento, as duas na voz de Rosana Toledo.

Lançou, em 2012, o livro de crônicas “Casa aberta” (Editora DuBolsinho), com noite de autógrafos na Livraria da Travessa (RJ).

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Festivais de Música Popular
3 Chico Buarque
4 Música Sertaneja
5 Luiz Gonzaga
6 Assis Valente
7 Nelson Cavaquinho
8 Lupicínio Rodrigues
9 Clementina de Jesus
10 Caetano Veloso