Busca:

Felipe Coelho

Felipe Floriano Coelho
13/9/1981 Florianópolis, SC

Dados Artísticos

Além das excursões com a GSU Bigband, durante o período de nove anos que morou nos Estados Unidos foi guitarrista em diversos projetos, como “The Mighty Blue Kings”, realizando shows entre Chicago e Atlanta, Serenata Band (salsa), e tocou violão flamenco com a companhia Perla Flamenca, com a qual realizou o espetáculo "Fronteras", em 2004 e 2005.

Em 2007, já de volta ao Brasil, lançou seu primeiro disco autoral, “Raízes Trançadas”, com as faixas “Vento Sul”, “Florianópolis”, “Escorreguinga”, “Dança das ideias”, “O bote”, “Chá de boldo”, “Doce amargura“ e a faixa-título. Ao seu lado, Paola Gibram (acordeom), Ana Clavijo (violoncelo), Cristian Faig (flauta transversa), Elias Vicente (violino) e Mauro Cislaghi (clarinete). O disco contou ainda com a participação de Bebe Kramer (acordeom) e Dhaivat Raj (cítara). Nesse mesmo ano, obteve projeção nacional pelo programa “Manhattan Connection”.

Lançou, em 2009, o CD “Cata Vento”, mesclando ritmos brasileiros, música flamenca e jazz. No repertório, suas composições “Passagem”, “Suíte Eletroacústica”, “Hawa”, “Plano B”, “Mosaico”, “Rojo y Amarillo”, “Nascente”, “Choro fantasiado” e “Cartagena”. O disco contou com a participação de Ricardo Muller (violino), Elias Vicente (violino), Cristian Faig (flauta transversa), Marco Origuella (viola), Frederico Malverde (violoncelo), Rafael Calegari (baixo), Adriano Teixeira (clarone) e Mauro Borghezan (bateria), e ainda Carlos Ribeiro Jr. (baixo acústico em duas faixas). Por esse trabalho, foi contemplado com Prêmio Elizabete Anderle da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e o Prêmio Funarte.

De 2010 a 2011, fez turnê de 50 shows pelo Brasil, além de participações oficiais nas Oficinas de Curitiba, Joinville Jazz Festival, Festival Internacional de Flamenco São José dos Campos e no Seminário Nacional de Violão de Itajaí.

Em 2011, lançou o CD “Musadiversa”, tendo a seu lado os músicos Luiz Zago (piano), Rafael Calegari (baixo), Maycon de Souza (saxofone) e Mauro Borghezan (bateria). O disco trouxe no repertório “Djazza Nova”, “Mantransica”, “Impressões digitais”, “Mosaico”, “Vinheta I” e a faixa-título, além de “Salsete”, “Fora de jogo” e ”Vinheta II”, todas de Luiz Zago, e “Linhas curvas” (Rafael Calegari). O disco recebeu indicação ao Grammy Latino, na categoria Instrumental. Ainda em 2011, fez show de lançamento do CD no Teatro Álvaro Carvalho, em Florianópolis.

No ano seguinte, realizou circuito paulista de shows com o Felipe Coelho Trio, com o qual se apresentou em unidades do Sesc, Jazz nos Fundos e no Festival e Violão de Vinhedo.

Foi selecionado em âmbito nacional pelo Movimento HotSpot (MinC) e premiado pelo Festival Nacional de Composição para Violão, Viola e Guitarra de Vinhedo. Apresentou-se, ainda, na China e nos Estados Unidos.

Ao longo da carreira, realizou cinco circuitos nacionais e foi convidado para a programação de festivais como o Festival de Curitiba, o Festival Internacional de Flamenco de São José dos Campos e o Seminário Nacional de Violão de Itajaí. Foi também convidado para a programação oficial dos seguintes festivais: Seminário Nacional de Violão de Itajaí, em 2010; Festival Internacional de Flamenco de São José dos Campos, em 2010; Oficinas de Curitiba. em 2011; Floripa Instrumental, em 2011; Festival Primavera de Música, em 2011, em Indaiá (Blumenau); Festival de Música da Universidade Federal de Santa Catarina, em 2012; e Jurerê Jazz Festival, em 2012 e 2013. Foi contemplado com vários prêmios, entre os quais Prêmio Funarte de Música Popular do Ministério da Cultura e Prêmio Elizabete Anderle da Fundação Catarinense de Cultura.

Atuando como solista ao lado da Orquestra Filarmonia de Santa Catarina, sob a regência do Maestro Gustavo Fontes, apresentou, com arranjos próprios, sua obra autoral "Todas as Direções” no Teatro Ademir Rosa (CIC), em Florianópolis, no dia 8 de agosto de 2013. O concerto foi gravado e gerou DVD homônimo. No repertório, as inéditas “Eco dos Anjos”, “Penumbra y Luz”, “Três melodias”, “Choro valsa”, “Antigos caminhos”, “Quarta melodia”, além de “Cartagena”, “Nascente”, “Hawa” e “Choro fantasiado”, com novos arranjos para orquestra.

Seu estilo singular mescla tendências brasileiras com elementos da música flamenca, oriental e jazzística.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Caetano Veloso
3 Música Sertaneja
4 Dorival Caymmi
5 Luiz Gonzaga
6 Hermeto Pascoal
7 Tom Jobim
8 Nelson Gonçalves
9 Noel Rosa
10 Daniela Mercury