Busca:

Evinha

Eva Gambus
17/9/1951 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira artística em 1961, como integrante do Trio Esperança, ao lado dos irmãos Mário e Regina. Gravou, com o grupo, os LPs "Nós somos o sucesso" (1963), "Três vezes sucesso!" (1964), "A festa do Bolinha" (1966), "A festa do Trio Esperança" (1967) e "O fabuloso Trio Esperança" (1968).

Em 1968, desligou-se do grupo para começar sua carreira solo.

Em 1969, participou do IV Festival Internacional da Canção, classificando "Cantiga por Luciana" (Edmundo Souto e Paulinho Tapajós) em 1º lugar nas fases nacional e internacional do evento. Nesse mesmo ano, gravou seu primeiro disco solo, "Eva 2001".

Na década de 1970, lançou os LPs "Eva" (1970), "Evinha" (1973) e "Eva" (1974). Destacou-se com as gravações de "Teletema" (Antônio Adolfo e Tibério Gaspar), "Que bandeira" (Marcos e Paulo Sérgio Valle), "Como vai você" (Antônio Marcos) e "As canções que você fez pra mim" (Roberto e Erasmo Carlos), entre outros sucessos.

Atuou em gravações de diversos artistas.

Em 1977, participou de um disco de Paul Mauriat, cantando músicas brasileiras. Em seguida, seguiu em turnê pelo Japão e pela China, como crooner da orquestra do maestro. Casou-se com Gerard Gambus, pianista da orquestra, fixando residência em Paris (França).

Na década de 1990, voltou a se apresentar no exterior com as irmãs Marisa e Regina, em nova formação do Trio Esperança, com o qual gravou os discos "A capela do Brasil", "Segundo" e "Nosso mundo".

Em 1999, lançou o CD "Reencontro", regravando antigos sucessos como "Cantiga por Luciana" (Edmundo Souto e Paulinho Tapajós), "Teletema" (Antonio Adolfo e Tibério Gaspar) e "Casaco marrom" (Danilo Caymmi, Gutemberg Guarabyra e Renato Corrêa), entre outros. Ainda nesse ano, esteve no Brasil, apresentando-se no Teatro Rival (RJ), depois de 20 anos de ausência dos palcos brasileiros.

Em 2005, apresentou-se no Bar do Tom (RJ), ao lado dos Golden Boys, com o show "A festa da Jovem Guarda continua".

Em 2012, apresentou-se no Teatro Rival (RJ), ao lado dos grupos Golden Boys e Trio Esperança, com o show “Goldherança”, cujo repertório incluiu sucessos das respectivas carreiras artísticas.

Em 2013, lançou, como integrante do Trio Esperança, o CD “Douce France”, com as seguintes canções: “Les copains d'abord” (George Brassens, versão: Gutenberg Guarabyra), “Quelques mots d'amour“ (Michel Berger), “Ce n'est rien” (Etienne Roda Gil e Julien Clerc), “La chanson des vieux amants” (Jacques Brel e Gérard Jouannest, versão: Dominique Dreyfus), “Lily” (Pierre Perret, versão: Gutenberg Guarabyra), “Et maintenant” (Pierre Delanoé e Gilbert Bécaud), “Chaque jour de plus”( Brice Homs e Michel Fugain), “La bohème” (Jacques Plante e Charles Aznavour, versão: Trio Esperança), “Sob o céu de Paris” (Jean Drajac e Hubert Giraud, versão: autor desconhecido), “Que reste-t-il de nos amours” ( Charles Trenet e Léon Chauliac, versão: autor desconhecido), “Les amoureux des bancs publics” (Georges Brassens, versão: Gutenberg Guarabyra), “La vie en rose” (Edith Piaf e C. Louiguy, versão: Dominique Dreyfus), “Message personnel” (Michel Berger e Françoise Hardy) e “La tendresse” ( Noël Roux e Hubert Giraud).

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Nelson Cavaquinho
4 Assis Valente
5 João Gilberto
6 Hermeto Pascoal
7 Chico Buarque
8 Música Sertaneja
9 Ary Barroso
10 Lúcio Barbosa