Busca:

Emílio Domingos

Emílio Roberto de Souza Domingos
12/4/1972 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Cineasta. Cientista Social. Diretor. Roteirista. Pesquisador. Trabalhou como diretor, pesquisador roteirista e assistente de direção em diversos documentários. Trabalhou também na curadoria da “Mostra Internacional do Filme Etnográfico” e em exposições.
Trabalhou como pesquisador assistente de direção e roteirista nas produtoras Conspiração Filmes e Videofilmes, com os diretores Andrucha Waddington, Breno Silveira, João Moreira Salles, Lula Buarque de Hollanda, Paulo Caldas, Carolina Jabor, Denise Garcia, Vinícius Faustini, entre outros, em filmes como “Viva São João” (2002), sobre a história das festas juninas de São João no país e sua importância para a comunidade local; “Pierre Verger: Mensageiro entre dois mundos” (1998), narrado e apresentado por Gilberto Gil; “Filhos de Gandhy” (2000), sobre o bloco carnavalesco homônimo; “Sons da Bahia” (2002), que abordou as raízes sonoras e os cantos que formam a musicalidade baiana; “Sou feia mas tô na moda” (2005), sobre o movimento do funk carioca; “O Mistério do Samba” (2009), sobre a história da Velha Guarda da Portela, entre outros.
No ano de 2000 dirigiu e escreveu o documentário “A palavra que me leva além: estórias do hip hop carioca”, produzido pelo Núcleo de Antropologia e Imagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, que recebeu a Menção Honrosa do “Prêmio Pierre Verger”, na XXIII Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, em 2002. Também foi responsável pela direção e roteiro dos documentários “RBA 50 Anos: História das Reuniões de Antropologia Brasileira”, feito para a Associação Brasileira de Antropologia, em 2004; “Minha Área”, de 2006, premiado com a Menção Honrosa de “Melhor Filme Digital”, no “VI Araribóia Cine”.
Foi assistente de direção dos videoclipes “Amor I Love You” e “Gentileza”, dirigidos por Lula Buarque de Hollanda, em 2000.
Em 2001 fez a pesquisa de seleção de crianças para o projeto “Villa Lobinhos”, do Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro.
Foi o responsável pela pesquisa de repertório para o CD “Velha Guarda da Portela: Tudo Azul”, produzido por Marisa Monte, em 2000, e pela pesquisa de conteúdo do livro “Velha Guarda da Portela”, escrito por Carlos Montes e João Baptista Vargens, em 2001.
Em 2002 ficou responsável pela pesquisa do DVD “Gilberto Gil: Kaya n’Jamaica”, dirigido por Lula Buarque de Hollanda e Carolina Jabor, em 2008.
Nos anos 2003 a 2007 foi pesquisador associado do “Atelier Livre de Cinema e Antropologia da UERJ”, coordenado por Patrícia Monte-Mór e Marc Henri Piault, do Núcleo de Antropologia da UERJ.
Em 2004 realizou toda a pesquisa iconográfica do livro “Heranças do Samba”, escrito por Aldir Blanc, Luiz Fernando Viana e Hugo Sukman. Nesse mesmo ano atuou como pesquisador e assistente de curadoria na exposição “Heranças do Samba”, realizada no Espaço Cultural Correios, e dirigiu o vídeo “Roda de Samba” para a mesma exposição, que contou com a participação de artistas como Nelson Sargento, Dona Ivone Lara, Monarco, Nei Lopes, entre outros. Ainda em 2004 foi responsável pela pesquisa de imagens para o DVD “À procura da batida perfeita”, do cantor e compositor Marcelo D2.
A partir do ano de 2005 foi curador da “Mostra Internacional do Filme Etnográfico”. Trabalhou como pesquisador de áudio-visual do Canal Multirio, da Prefeitura do Rio de Janeiro.
Foi responsável pelo roteiro e pesquisa do DVD “Beth Carvalho canta samba da Bahia”, de Lula Buarque de Hollanda, lançado pela EMI em 2006. Nesse mesmo ano realizou a pesquisa de repertório para o CD “Universo ao meu redor”, da cantora Marisa Monte. Dirigiu o clipe “Curimba Riddim”, do grupo Digitaldubs Sound System.
Em 2007 seu primeiro longa metragem “L.A.P.A.”, sobre o hip hop carioca, foi exibido na “Mostra Internacional do Filme Etnográfico”, e premiado com a Menção Honrosa do “Prêmio Manuel Diégues Júnior” na categoria “Importância da tema para a área”, realizado pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/ IPHAN. Nesse mesmo ano foi jurado da Mostra Competitiva do Festival Audiovisual “Visões Periféricas”. Dirigiu o curta-metragem “Cante um funk para um filme”, sobre os funkeiros na cidade de Nova Iguaçu (RJ).

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Nelson Gonçalves
4 Nelson Cavaquinho
5 Caetano Veloso
6 Chico Buarque
7 Dorival Caymmi
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 Música Sertaneja