Busca:

Edmundo Villani Cortes

Edmundo Villani Cortes
8/11/1930 Juiz de Fora, MG

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional tocando piano na Orquestra Tamoio, do maestro Cipó, no Rio de Janeiro. Em 1965, integrou a orquestra de Luís Arruda Paes, com a qual atuou até 1967. Desenvolveu intensa atividade como arranjador.

Na década de 1960, trabalhou em gravadoras e em emissoras de TV, chegando a escrever mais de 600 arranjos para as orquestras da TV Tupi e TV Globo, do Rio de Janeiro.

Acompanhou a cantora Maysa e o cantor Altemar Dutra em excursões ao exterior.

Em 1968, fez arranjos e composições para o filme "O matador", de Amaro César e Egídio Ézio.

Nos anos 1970, trabalhou como arranjador na TV Tupi de São Paulo, realizando mais de mil orquestrações para músicas de vários gêneros.

Em 1978, venceu o Concurso Noneto de Munique, Alemanha.

Em 1986, obteve o primeiro lugar no Concurso de Composição da Editora Cultura Musical, com uma peça para violão intitulada "Choro pretensioso".

Em 1990 e 1991, foi regente da Oquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo.

Recebeu dois prêmios APCA, o primeiro em 1990, com a peça vocal "Ciclo Cecília Meirelles", e o segundo em 1995, com "Postais paulistanos".

Compôs várias obras de música orquestral, de câmara, de música instrumental e vocal, além de música eletroacústica.

Algumas de suas obras podem ser ouvidas nos CDs "Música brasileira para canto e piano" (1996, Rio Arte) e "Estados d'Alma" (1997, Sony).

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Pixinguinha
3 Luiz Gonzaga
4 Eumir Deodato
5 Raul Seixas
6 Nelson Gonçalves
7 Garoto
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso