Busca:

Dino Galvão Bueno


São Paulo, SP

Dados Artísticos

Iniciou a carreira na década de 1960.

Em 1964, participou como violonista da peça “Morte e vida Severina”, de João Cabral de Mello Neto, musicada por Chico Buarque.

No ano seguinte, apresentou-se no programa “Dick Farney Show” (TV Tupi), interpretando suas composições.

Em 1968, atuou no movimento “Música Nova”, ao lado de Alaíde Costa, Eduardo Gudin e Adylson Godoy. Nesse mesmo ano, compartilhou shows com Johnny Alf e Maricenne Costa, e foi finalista do Primeiro Festival Universitário da MPB com a canção “Nasceu um samba” (c/ Eric Nepomuceno).

Em 1969, classificou-se em quinto lugar no V Festival da Música Popular Brasileira (TV Record), com sua canção “Monjolo” (c/ Eric Nepomuceno), defendida por Maria Odette.

Lançou, em 2011, o CD “Mestre Navegador”, com suas composições “Amanhecer” e “Mea culpa”, ambas com Elton Medeiros, “A chegada” e “Amorosa”, ambas com J. Petrolino, “Monjolo” (c/ Eric Nepomuceno), “Quando o amor chegar” (c/ Sergio Augusto), “Bolero insano” (c/ Adylson Godoy), “Até quando” (c/ Theo de Barros), “Samba pra inglesa ver” (c/ Sérgio Lima), “Violão gentil” (c/ Eduardo Gudin), “Canto do Morro”, “Pedaço pior” e “Tema do sítio”, além da faixa-título (c/ J.C. Costa Netto). O disco contou com a participação especial de Élton Medeiros, Adriana Godoy e Anita Galvão, e com arranjos de Natan Marques, Theo de Barros e Adylson Godoy.

Tem canções gravadas por Elton Medeiros (“Amanhecer”, parceria de ambos), Beth Nazar (“Até quando”, parceria com Theo de Barros, e “Boa desculpa”, parceria com Melchiades Cunha Jr.), Adriana Godoy (“Mea culpa”, parceria com Elton Medeiros), Ivetthy Souza (“Monjolo”, parceria com Eric Nepomuceno), Sergio Augusto (“Quando o amor chegar”, parceria de ambos) e Eduardo Gudin (“Violão gentil”, parceria de ambos).

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Tom Jobim
3 Dorival Caymmi
4 Daniela Mercury
5 Caetano Veloso
6 Noel Rosa
7 Hermeto Pascoal
8 Gilberto Gil
9 Assis Valente
10 Luiz Gonzaga