Busca:

Dil Fonseca

Edilberto José de Macedo Fonseca
18/4/1962 Volta Redonda, RJ

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira musical em 1982, participando de diversos festivais de música. A partir de então, atuou ativamente no cenário cultural carioca.

Em 1983, participou da gravação do disco Comemorativo da Associação de Canto Coral. No ano seguinte, participou do disco "Melhor de três", do cantor Cláudio Nucci.

De 1988 a 1991, trabalhou junto ao grupo indígena amazônico Waimiri-atroari, como professor bilíngüe, tempo no qual elaborou o Dicionário Waimiri-Português/Português-Waimiri - lançado pela Sepeei-UFRJ, em 1995, e o livro de mitos "Ki’nja Ika - Histórias Waimiri-atroari" (inédito).

Participou, em 1987, do "Projeto Carnavalesco da Funarte" com a cantora Emilinha Borba e com João Roberto Kelly, juntamente com o grupo Chama de Banda, do qual fez parte de 1984 a 1987.

Em março de 1997, participou da "Série Grandes Compositores", promovida pelo Sesc - Barra Mansa, num espetáculo todo dedicado a obra de Ary Barroso. No ano seguinte, participou, com José Mauro Brant, do espetáculo "Canção para Lorca", no projeto "Lorca na Rua", promovido pelo Sesc - São Paulo, com apresentações por mais de 25 cidades do interior paulista.

Fez os arranjos da peça "Contos, Cantos e Acalantos", dirigida por José Mauro Brant, com a qual, desde 1996, percorre o país recebendo elogios da crítica especializada. A peça foi indicada, em 1999, para o Prêmio Coca-Cola na categoria Pesquisa. Em maio de 1999, integrou um dos programas do evento "Coração dos Outros - Saravá Mário de Andrade", promovido pelo Sesc - São Paulo com o espetáculo "Histórias do Brasil", em 20 apresentações. Publicou nesse mesmo ano, junto com o pesquisador José Flávio Pessoa de Barros, os livros "Olubajé - ...o Banquete do Rei" e "A Fogueira de Xangô ...o orixá do fogo", ambos fazendo parte da coleção Introdução à Música Sacra Afro-brasileira.

Em 2000, lançou seu primeiro CD independente: "Marubá". Com composições próprias, o disco contou com as participações, entre outros, de Lui Coimbra (Aquarela Carioca), os percussionistas Laudir de Oliveira, Sidon Silva, C.A.Ferrari e Celso Alvim (Pedro Luís e a Parede), Di Lutgardes (Família Roitman), as vozes de Rita Peixoto e do parceiro Marcos Sacramento.

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Pixinguinha
3 Luiz Gonzaga
4 Eumir Deodato
5 Raul Seixas
6 Nelson Gonçalves
7 Garoto
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso