Busca:

David Ganc

David Ganc
24/5/1958 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional aos 16 anos de idade, como integrante do grupo A Barca do Sol, com o qual gravou dois discos e apresentou-se por todo o país, realizando shows de abertura para espetáculos de artistas como Egberto Gismonti e Milton Nascimento.

Em 1984, atuou, nos Estados Unidos, na gravação do disco do vibrafonista Victor Mendonza.

No ano seguinte, participou, como professor, do I Festival de Música Instrumental de Ouro Preto (MG), organizado por Toninho Horta.

De 1987 a 1991, trabalhou como músico contratado da Rede Globo de Televisão.

Ainda na década de 1980, atuou, como saxofonista, em concertos realizados pela Orquestra Sinfônica Brasileira e pela Orquestra Sinfônica de Brasília, destacando-se o "Concerto da Abolição" (1988), de Paulo Moura, uma homenagem aos 100 anos da Lei Áurea.

Em 1993 participou, com Nando Carneiro, da coletânea "Contemporary instrumental music from Brazil", lançada no mercado fonográfico norte-americano.

Dois anos depois, atuou nas quatro apresentações de Stevie Wonder no X Free Jazz Festival.

Participou do CD "Sopro contemporâneo brasileiro", lançado pela Visom Digital, que incluiu os mais conceituados instrumentistas de sopro do Brasil.

Atuou em várias produções teatrais como "Pixinguinha", de Amir Haddad, "Noel Rosa", de Tim Rescala, e "O corsário do rei", de Augusto Boal e Chico Buarque, entre outras.

Participou das trilhas sonoras dos filmes "O homem da capa preta", de David Tygel, e "Dança dos bonecos", de Nivaldo Ornelas.

Em 1996, gravou seu primeiro CD solo, "Baladas brasileiras", lançado no Brasil pela Leblon Records e no exterior pela Buda Musique.

Três anos depois, participou, ao lado de Elba Ramalho, do Festival de Jazz de Montreux.

Privilegiando a flauta, lançou, em 2000, o CD "Caldo de cana", contendo composições próprias, como "Caldo de cana" e "Na tradição do frevo" (c/ Vittor Santos), e de outros autores, como Geraldo Vandré ("Fica mal com Deus") Leandro Braga ("Impressão de choro"), Tom Jobim e Aloysio de Oliveira ("Inútil paisagem"), Nivaldo Ornelas ("Noturno"), César Machado e Fernando Merlino ("Pro Marçal") e Nando Carneiro ("Memento/Catavento" e "Vó Argemira"). O disco contou com a participação dos instrumentistas Zeca Assumpção (baixo acústico), Leandro Braga (piano), Mingo Araújo (percussão), Cláudio Dauelsberg (piano), Quarteto Guerra Peixe (cordas) e Vittor Santos (trombone), entre outros.

Trabalhou também no mercado fonográfico, tendo co-produzido os seguintes discos: "Corra o risco" (1978), de Olívia Byington; "Pirata" (1979), do grupo A Barca do Sol; "Monique Aragão" (1991), contemplado com o Prêmio Sharp, na categoria Revelação Instrumental, "Canoas" (1993) e "Ventos do Brasil" (1995), de Monique Aragão. Assinou, ainda, a produção musical de seus discos "Baladas brasileiras" (1996) e "Caldo de cana" (1999).

Desde 1985, participa dos trabalhos do compositor Tim Rescala.

Em 2004, formou, com Nando Carneiro (violão), Zeca Assumpção (contrabaixo), e Mingo Araújo (percussão), o Luxo Artesanal Quarteto. Nesse mesmo ano, lançou o CD "David Ganc & Quarteto de Cordas Guerra Peixe interpretam Tom Jobim", contendo arranjos próprios para obras do compositor.

Em 2005, gravou, com o saxofonista Mário Séve, o CD "Pixinguinha + Benedito", registrando a parceria de Benedito Lacerda e Pixinguinha.

Em parceria com Mário Sève, em 2010 lançou o livro/CD “Choro Duetos – Pixinguinha e Benedito Lacerda por David Ganc e Mário Sève”. Tocando flauta e saxofone tenor, fez show de lançamento do disco com Mário Sève (flauta, saxofone soprano e saxofone tenor) na Sala Municipal Baden Powell (RJ). O espetáculo contou com a participação dos músicos Marcio Almeida (cavaquinho), Rogério Souza (violão) e Celsinho Silva (pandeiro e percussão).

Ao longo de sua carreira, atuou, em shows e gravações, com diversos artistas, como Caetano Veloso, Gal Costa, Luiz Melodia, Elba Ramalho, Olivia Byington, Simone, Moraes Moreira, Beto Guedes, Emílio Santiago, João Bosco, Nelson Gonçalves, Tim Maia e Alcione, entre outros.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Luiz Gonzaga
3 Elza Soares
4 Assis Valente
5 Caetano Veloso
6 Nelson Gonçalves
7 Jane e Herondy
8 Noel Rosa
9 Tom Jobim
10 Nelson Cavaquinho