Busca:

David de Castro

David Trompowsky
3/12/1937 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística no começo dos anos 1960. Em 1961, foi o vencedor do concurso "Voz de Ouro ABC", líder de audiência da TV Record, Canal 7, de São Paulo, interpretando a canção "Pierrot", de Joubert de Carvalho e Paschoal Carlos Magno. No mesmo ano, foi contratado pela gravadora RGE e lançou com acompanhamento da orquestra do maestro Erlon Chaves o samba-canção "Mundos afora", de Joubert de Carvalho, e a valsa "O matador", de J. Bowers e T. Burguess, com versão de Romeu Nunes. Em seguida, gravou com acompanhamento da orquestra do maestro Pocho a canção "Pierrô", de Joubert de Carvalo e Paschoal Carlos Magno, e a serenata "Lua indiferente", de Maugéri Neto e Maugéri Sobrinho. Essas quatro músicas foram incluídas no LP "A voz de ouro ABC" lançado no mesmo ano. Em 1962, gravou com a orquestra RGE os sambas-canção "Ouvi dizer" e "Maria Madalena", ambos de Adelino Moreira. No ano seguinte, com acompanhamento da orquestra do maestro Pocho gravou o samba-canção "Pra que fugir", de Raul Sampaio e Loé de Andrade, e a marcha-rancho "Numa igreja sem ninguém", de Fernando César e Ted Moreno. Apesar de um começo de carreira promissor, sua tragetória artística não prosseguiu. Em 1965, na gravadora Copacabana, gravou em conjunto com a cantora Dorinha Freitas o LP "Dois corações - Dorinha Freitas e David de Castro" no qual interpretou em dueto com ela as músicas "Bonequinha linda (Te quiero dijiste)", de Maria Grever  e C. Pasquale, com versão de Haroldo Barbosa, "Sempre minha (Till the end of time)", de L. W. Gilbert e H. Akst, e versão de Nazareno de Brito, "Dois corações", de Herivelto Martins e Waldemar Gomes, "Doce mistério da vida (Ah sweet mistery of life)", de R. J. Young e V. Herbert, em versão de Alberto Ribeiro, "Ouvindo-te", de Vicente Celestino, "Sétimo céu (Seventh heaven)", de L. Pollack e S. D. Mitchell, com versão de Amilcar Cerri, "Sempre no meu coração (Always in my heart)", de Ernesto Lecuona, e versão de Mário Mendes, e "Verão no Brasil (Brazilian summer)", de M. Vaughn e N. Bourget, em versão de  Caetano Zamma, além da interpretação solo de "Canoeiro", de João Roberto Kelly, e "O emigrante (El emigrante)", de J. Valderrama, M. Serrapi e M. Pinto, com versão de B. Perret.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Chitãozinho e Xororó
3 Elis Regina
4 Noel Rosa
5 Isolda
6 Tom Jobim
7 Bezerra da Silva
8 Bloco Carnavalesco Concentra Mas Não Sai
9 As Marcianas
10 Luiz Gonzaga