Busca:

Dario Lopes


24/5/1935

Dados Artísticos

Trabalhou como guitarrista na antiga TV Tupi, nos programas "A grande chance" e "Um instante maestro", apresentados por Flávio Cavalcanti, "AP show", de Aérton Perlingeiro, e "Embalo", com Érlon Chaves, além de diversos humorísticos da emissora. Atuou também na "Buzina do Chacrinha" e em outros musicais da TV Excelsior.

Em 1968, foi contratado pela TV Globo, trabalhando durante 10 anos como músico e 22 anos como maestro e produtor musical.

Compôs mais de mil obras para a emissora, entre temas incidentais e vinhetas, tendo sido responsável por programas como "Roberto Carlos especial" (cinco edições), "Saudade não tem idade", "A festa é nossa", "Balança mas não cai", "Brasil 79", com Bibi Ferreira; "Nelson Gonçalves especial", "Fantástico" (durante quatro anos), "Chico Anysio show" (durante 12 anos), "Os trapalhões" (durante oito anos), "Video show" (durante 10 anos) e "A turma do Didi". Na teledramaturgia, participou da minissérie "A, E, I, O Urca", da novela "Maria, Maria" e do primeiro "Caso especial" a cores, o episódio "O caminho das pedras".

Lançou, em 1970, o LP "Guitarra em nova dimensão".

Atuou também em gravações de discos com diversos artistas brasileiros.

Como guitarrista e arranjador, fez parte de várias orquestras como as de Ed Maciel, Peter Thomas e Waldyr Calmon.

Em 1997, lançou o CD "Dario Lopes, soft guitar".

Em 1999, gravou obras de Ary Barroso, Henry Mancini e Lupiscínio Rodrigues para a série Som Ambiente.

É proprietário do estúdio Estação Urca, onde grava seus discos e os trabalhos da Rede Globo, entre outros.

.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Caetano Veloso
3 Dorival Caymmi
4 Luiz Gonzaga
5 Festivais de Música Popular
6 Tom Jobim
7 Ângela Maria
8 Irmãs Galvão
9 Chitãozinho e Xororó
10 Beth Carvalho