Busca:

Darcy Rossi


1948
20/01/2017 Valinhos, SP

Dados Artísticos

Foi um dos responsáveis por alguns dos maiores sucessos da dupla Chitãozinho e Xororó. Em 1979, Chitãozinho e Xororó gravaram dele e Marciano a polca "Tudo está desarrumado", a rancheira "Nosso filho com quem vai ficar" e o rasqueado "Pensando em voltar", dele, Xororó e Bekeké, "Amor perigoso", com Waldemar de Freitas Assunção, a polca "Noites do passado" e com Constantino Mendes o chamamé "60 dias apaixonado", em disco do mesmo nome. Em 1981 a mesma dupla gravou o rasqueado "Pais e filhos", o huapango "Não consigo repartir você"  e a canção rancheira "Amor a 3", todas com Marciano, e a polca "Vida e saudade", com Chitãozinho. Em 1982, gravaram, de Rossi e Chitãozinho, "Somos apaixonados", que deu nome ao disco da dupla naquele ano e "Eu quero é amor". No mesmo ano gravaram de sua parceria com Marciano a guarânia "Fio de cabelo", que se tornou um dos maiores sucessos da música sertaneja em todos os tempos, com vendagem de mais de 2 milhões de cópias, abrindo o caminho para a nova onda sertaneja que tomou conta da música brasileira na década de 1980. Em 1983, Ataíde e Alexandre gravaram de sua autoria e Marciano "Fingindo dormir". Em 1984, Chitãozinho e Xororó gravaram dele e Chitãozinho "Minha amiga", dele e Marciano "Nossas roupas", dele e Martinez, "Marcados", e dele e Xororó "A carne é fraca" e "Dizem que sou velho", no disco "Amante". Em 1985 gravaram de sua autoria e Marciano "Metade de alguém" e dele Alcino Alves e Xororó "Ela chora, chora" no LP "Fotografia". Em 1988, João Mineiro e Marciano gravaram dele, Marciano e José Homero "Crises de amor". Em 1998, Chitãozinho e Xororó gravaram no disco "Na aba do meu chapéu", "Ai Maria" de Daniel Moore, em versão de sua autoria, e "Te esquecer é impossível" com Chitãozinho. Um de seus parceiros mais constantes tem sido Marciano, da dupla João Mineiro e Marciano, com quem compôs, entre outras, "Tudo está desarrumado", "Filho de Jesus", "Na metade da vida", "Momentos especiais" e "valeu a pena". Em 2008, teve a sua música "Estrada do amor" (c/ Aledxandre) gravada pela dupla Zezé di Camargo & Luciano. Em 2008, teve sua música “Quem disse que te esqueci”, parceria com Alexandre, gravada pela dupla Milionário e José Rico, no DVD “Atravessando gerações”. No mesmo ano, participou da gravação do DVD "Inimitável - 15 anos de carreira solo", de Marciano, seu parceiro de composições, cantando "Fio de cabelo", dos dois. A composição “Fio de cabelo”, em parceria com Marciano, desde os anos 1980, é uma das músicas mais regravadas do estilo sertanejo, e tornou-se uma referência do segmento a partir dos anos 2000. Entre mais de 40 nomes que já gravaram a música, estão Bruno & Marrone, Fábio Júnior, Chitãozinho e Xororó, Tinoco & Zé Paulo, Ivan Villela, Zezé di Camargo & Luciano e Leonardo. Em 2010, a mesma dupla gravou outra música sua e de Alexandre, "Comendo em sua mão", no CD "Double Face", lançado pela Sony Music. O disco recebeu indicação ao prêmio Grammy Latino do mesmo ano. Em 2017, teve sua composição “Fio de Cabelo” (c/ Marciano) incluída no repertório da peça teatral “Bem sertanejo – O Musical”, estrelada por Michel Teló e dirigida por Gustavo Gasparani. O espetáculo esteve em cartaz em diversas cidades brasileiras, entre elas São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Ribeirão Preto.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Irmãs Galvão
6 Luiz Gonzaga
7 Festivais de Música Popular
8 Beth Carvalho
9 Chitãozinho e Xororó
10 Nelson Cavaquinho