Busca:

Dani Lasalvia

Daniela Lasalvia
São Paulo, SP

Biografia

Cantora. Compositora. Multiinstrumentista (piano, percussão, violão de seis e violas de dez e 12 cordas). Progamadora Visual. Produtora. Animadora Cultural. Iniciou-se ao piano aos sete anos. Estudou Canto Lírico por três anos, passando uma temporada em Moscou para aperfeiçoamento no Conservatório Tchaikovsky, na Rússia. Participou até aos 15 anos de diversos recitais e concursos. Estudou percussão vocal e corporal com Stênio Mendes Nogueira e Fernando Barbosa (Grupo Barbatuques); violão com Paulinho Paraná; viola Caipira com Rui Torneze e Gedeão da Viola; percussão com Roberto Angerosa.  Frequentou a "Oficina de Menestréis", de Oswaldo Montenegro. Artista Plástica, formada em Comunicação Visual pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), tendo estudado Publicidade e Marketing na Faculdade Mackenzie e Comunicação Visual e Desenho Industrial na Universidad Católica de Chile, em Santiago. Programadora visual assinou a arte dos discos "Monjolear", de Dércio e Doroty Marques; "KatTxerê", de Kátia Teixeira; "Contertopia", Ney Couteiro; "Facho de fogo", de Vidal França; "Pedra", de Sabá Moraes; "De onde vens", de Ivetthy Souza; "Lua branca", Eudóxia de Barros; "Celebrating Chico Buarque de Holanda", de Édsel Gomez; "Cantigas de abraçar" e "Espelho D'Água", ambos de Dércio Marques e ainda "Anos dourados", de Ana Maria Brandão. Trabalhou como animadora cultural com crianças carentes da periferia de São Paulo, para as quais ministrou aulas e oficinas de música e artes plásticas. Entre seus vários trabalhos nesta área, destacam-se "Oficina de Música e Percussão Corporal", na Favela de Paraisópolis; "Oficina de Música e Construção de Instrumentos com sucata, para deficientes físicos" e "Oficina de Artes Plásticas e Música para crianças de rua", ambas no Sesc Itaquera. Como produtora, foi uma das idealizadoras do projeto cultural "Brasil Arte - A Arte Brasileira de Ser Artista". Produziu também shows de Renato Teixeira, Xangai, Luli e Lucina, Chico César, Ceumar, Miltinho Edilberto, Tetê Espíndolla e Alzira Espíndola. Apresentou-se várias vezes na Casa dos Cordéis, em Guarulhos, periferia de São Paulo, administrada pelo paraibano Bosco Maciel, poeta, cantador e folclorista.

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Eumir Deodato
3 Garoto
4 Assis Valente
5 Nelson Gonçalves
6 Luiz Gonzaga
7 Elza Soares
8 Raul Seixas
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso