Busca:

Clima

Eduardo Climachauska
1958 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Como artista plástico realizou exposições no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), no Museu de Arte de São Paulo (MASP), no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC USP, no Centro Universitário Mariantonia, no Centro Cultural São Paulo (CCBB), no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ),  em galerias como a Sycomore Art, em Paris (França), entre outras. Como cineasta, produziu e exibiu em mostras e festivais de cinema os curta e média metragens “Outono de Bashô” (1994), em parceria com Guto Araujo; “Bólide-Filme” (1995); “Exposto nº 2” (1997); “The Right Number” (2001), com Guto Araujo; “Três Caras e um Matagal” (2001), com Alexandre Boechat e Guto Araujo; “Luz Negra” (2001), com Nuno Ramos; “Pensamento Selvagem” (2002), com Alexandre Boechat; “Duas Horas” (2003), com Nuno Ramos; “Casco” (2004), com Nuno Ramos e Gustavo Moura.  Em 2010 lançou, pela Editora Livre, um livro que reúne seus trabalhos como artista plástico, organizado por Agnaldo Farias. O lançamento foi na Pinacoteca de São Paulo. Em 2016 lançou, pelo selo YB Music,  seu primeiro CD “Monumento ao soldado desconhecido”, com 12 faixas autorais, compostas em parceria com Nuno Ramos,. O disco foi coproduzido e teve direção musical de Romulo Fróes. Teve músicas gravadas por Elza Soares, Mariana Aydar, Romulo Fróes, Natália Matos.

Mais visitados
da semana

1 Durval e Davi
2 Tiee
3 Vinicius de Moraes
4 Martha Rocha
5 Gilberto Monteiro
6 Creone e Barrerito
7 Festivais de Música Popular
8 Alceu Valença
9 Mayck e Lyan
10 Luiz Gonzaga