Busca:

Cidade Negra



Dados Artísticos

Grupo pop formado no município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no início da década de 1980. No início o grupo fazia a linha reggae roots. Logo depois, em suas outras formações, passou para o pop. Teve duas, sendo a primeira com Rás Bernardo (voz), Bino (baixo), Da Gama (guitarra) e Lazão (bateria e percussão). Logo depois Toni Guarido viria a substituir Rás Bernardo. O pai de Bino tocava violão, e a mãe cantava numa igreja, sempre levando o filho para os cultos. Por essa época, Bino conheceu Lazão e Da Gama, e formaram o grupo "Novo Tempo" para tocar num festival de igreja. Em 1983, Bernardo juntou-se ao grupo, mudando o nome da banda para Lumiar. Influenciado pelo reggae de Bob Marley, pela música brasileira, principalmente de Tim Maia, e por bandas de rock como o Led Zeppelin e o Deep Purple, o grupo criou uma mistura de estilos e tendências que se tornou sua marca registrada. Devido a existência de uma banda homônima. O grupo foi obrigado a modificar novamente o nome, trocando Lumiar para Cidade Negra. Em 1991 assinou contrato com a Sony Music e lançou seu primeiro disco, "Lute para viver", que contou com a participação especial do astro do reggae jamaicano Jimmy Cliff na música "Mensagem". Por essa época, a banda também participou do festival de reggae "Sunsplash Festival", na Baía de Mondego, na Jamaica. Do CD ainda se destacou a faixa "Falar a verdade", de Rás Bernardo, Lazão, Bino Farias e Da Gama. No ano seguinte, em 1992, lançou o segundo disco, "Negro no poder", o último com Rás Bernardo, que sairia da banda para seguir carreira solo, sendo substituído por Toni Garrido. Com a entrada de Garrido, o grupo tornou-se mais pop e em 1994 lançou seu primeiro grande sucesso comercial, o disco "Sobre todas as forças", produzido por Liminha, no qual se destacou a faixa "Onde você mora", um reggae romântico de autoria de Nando Reis (Titãs) e Marisa Monte. Deste mesmo disco, constaram as composições "Casa" (Toni Garrido, Da Gama, Bino e Lazão); "A sombra da maldade" (Toni Garrido e Da Gama); "Doutor" (Toni Garrido, Bino, Da Gama e Lazão) e "Mucama" (Toni Garrido, Bino, Da Gama e Lazão), entre outras. No ano de 1995 a banda lançou o CD "O Erê", do qual se destacou a faixa-título "O Erê", de Toni Garrido, Da Gama, Lazão, Bino Farias em parceria com o poeta Bernardo Vilhena. Com esse disco, "O Erê", o grupo consolidou seu prestígio, tanto no Brasil como no exterior. Mais uma vez apresentando participações especiais de artistas internacionais de reggae, como o grupo Inner Circle na faixa "Free". O disco foi produzido por Liminha. No ano de 1998, também com produção do guitarrista Liminha, a banda lançou o CD "Quanto mais curtido melhor", no qual contou com as participações especiais da cantora africana Angelique Kidjo na música "Ponto de mutação", e de Lulu Santos, em "Sábado à noite". Ainda na década de 1990 a banda participou de um documentário da série "Rough Guide", produzido pela rede de televisão britânica BBC sobre a música popular brasileira.  Em 2000, gravou o CD "Enquanto o mundo gira...", um disco com mais guitarras e menos sopros, com tendência para o rock. Produzido por Liminha, Chico Neves e o galês Paul Ralphes, o disco trouxe letras feitas por nomes importantes como Herbert Vianna, Jorge Mautner e Nelson Motta.  Em 2002, gravou o CD "Acústico MTV", disco no qual contou com as participações de Lulu Santos em "Sábado à noite" e de Gilberto Gil nas faixas "Extra", do próprio Gil, e "Negro é lindo" de autoria de Jorge Benjor. O show de lançamento ocorreu no Canecão, no Rio de Janeiro. Ainda em 2002 a banda voltou à casa de show Canecão, desta vez, tendo como convidada especial a cantora Luciana Mello. Logo depois voltaria à casa d show, desta vez para o lançamento do CD "Movimento", da Banda Black Rio, fazendo participação especial ao lado de Luiz Melodia e Sandra de Sá. Durante o ano de 2002, ao lado da cantora Luciana Mello, a banda fez diversas apresentações por várias capitais brasileiras (Brasília, Salvador, Rio de Janeiro e Porto Alegre) participando do projeto “Concertos MPBR” No ano posterior, em 2003, o grupo, ao lado de Lulu Santos, Natiruts, Tribo de Jah, Jota Quest, L.S. Jack, O Rappa, Titãs e Skank, foi uma das atrações do "Pop Festival Telefônica Tim" apresentado na Sociedade Hípica do Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, ao lado de Rita Lee, Cláudio Zoli, Frejat, O Rappa, Capital Inicial e Fenanda Porto participou do "Festival Oi de Inverno de Itaipava", cidade do Rio de Janeiro. No ano de 2005 o grupo lançou o CD "Perto de Deus", somente com composições inéditas.  Em 2008 a gravadora Som Livre lançou o CD "Cidade Negra - Perfil", disco no qual foram compilados os maiores sucessos do grupo, entre os quais "A sombra da maldade" (Toni Garrido e Da Gama), "Querem meu sangue"(The harder they come) (Jimmy Cliff - versão: Nando Reis), "Sábado à noite" (Lulu Santos), "Onde você mora?" (Marisa Monte e Nando Reis), "Girassol" (Toni Garrido, Lazão, Bino Farias, Da Gama e Pedro Luís), "O Erê" (Toni Garrido, Da Gama, Lazão, Bino Farias e Bernardo Vilhena), "Firmamento" (Wrong girl to play whith) (H. Lames e W. Foster - Versão: Toni Garrido, Lazão, Bino Farias e Da Gama), "A estrada" (Toni Garrido, Lazão, Bino Farias e Da Gama), "Pensamento (Rás Bernardo, Bino, Da Gama e Lazão), "Falar a verdade" (Rás Bernardo, Lazão, Bino Farias e Da Gama), "Johnny B. Goode" (Chuck Berry - versão: Toni Garrido, Lazão, Bino Farias, Da Gama e Paul Ralphes), "Luz dos olhos" (Nando Reis), "Bamba" (Toni Garrido, Lazão, Bino Farias e Da Gama), "A cor do sol" (Lazão, Da Gama e Bernardo Vilhena) e "Perto de Deus", de Toni Garrido, Lazão, Bino Farias e Da Gama. Neste mesmo ano o ator e cantor Toni Garrido deixaria a banda para seguir carreira solo. Logo depois, o músico DA Gama também deixaria o grupo. Em 2010, com a saída de Da Gama e Toni Garrido, a banda apresentava-se como um trio, formado pelos fundadores Lazão (bateria) e Bino (baixo) e o novo integrante, o vocalista e guitarrista Alexandre Massau, músico da periferia de Belo Horizonte. Alexandre Massau já havia atuado como cantor e músico no projeto sócio-cultural Bloco Afro Porto de Minas, além de ter integrado, como vocalista, as bandas mineiras Berimbrown e Preto Massa. A banda também trabalhou com músicos de apoio como os guitarritas Alexandre Prol e Egler Bruno, e ainda o tecladista Aex Meirelles. Neste mesmo ano de 2010 o grupo lançou o CD "Que assim seja", produzido por Nilo Romero e no qual foram incluídas somente composições inéditas dos integrantes atuais do grupo. No CD foi incluída uma parceria póstuma com o cantor e compositor Agepê. Foram retirados versos da música "Na onda do jornal" (Agepê e Canário) que deram início a uma nova composição de Lazão, Bino e Alexandre Massau, faixa que contou com a participação especial do cantor jamaicano Ranking Joe. No disco a banda também contou com a participação do ator e rapper André Ramiro (do filme Tropa de Elite) na música "Quem diz que homem não chora?". Ainda em 2010 a banda participou dos eventos "Viradão Carioca" e "Viradão Paulista". No ano seguinte, em 2011, foi uma das atrações do "Rock In Rio IV", apresentando-se com grande sucesso de público e crítica no Palco Sunset, no qual dividiu a noite com Martinho da Vila e o rapper paulista Emicida. Em 2012 a banda fez show de pré-lançamento do CD "Hey, afro", na casa de show carioca Miranda, na Lagoa, Zona Sul da cidade, no qual executaram vários sucessos da carreira de 25 anos do grupo, além de composições novas incluídas no disco. O grupo contou com a volta do cantor Toni Garrido, depois de uma breve carreira solo. No ano de 2013 a banda fez turnê com a divulgação do CD "Hey afro" em várias capitais do país, destacando-se a casa de show Vivo Rio, no centro do Rio de Janeiro. Em 2017 apresentou-se no festival “Rock in Rio”, no Rio de Janeiro, em show realizado no Palco Sunset, convidando a equipe Digitaldubs e o Maestro Spok. Foi uma das atrações que passaram pelo Palco Principal do Réveillon de 2018 em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Mais visitados
da semana

1 Festivais de Música Popular
2 Hermeto Pascoal
3 Caetano Veloso
4 Lupicínio Rodrigues
5 Dorival Caymmi
6 Dona Ivone Lara
7 Luiz Gonzaga
8 Música Sertaneja
9 Daniela Mercury
10 João Nogueira