Busca:

Christian Oyens


1966

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira como baterista profissional, ainda adolescente.

Em 1988, aos 22 anos, acompanhou Cazuza na turnê nacional do show "Ideologia".

Trabalhou, também, com Lulu Santos, Adriana Calcanhoto, Flávio Venturini e Ritchie. Atuou como baterista, cantor, violonista e bandolinista no show "O chamado", de Marina. A cantora gravou suas canções "Linhas tortas" e "Stay".

Participou, como compositor, arranjador e produtor, de vários discos de Zélia Duncan, entre eles, o CD lançado em 1994, no qual a cantora e compositora interpretou de sua autoria "Não vá ainda", "O meu lugar", "Sentidos", "Nos lençóis desse reggae", "Improvável", "Tempestade", todas em parceria com Zélia Duncan. Desse mesmo disco, destacou-se em todas as rádios do país "Cathedral song" de autoria de Tanita Thcaran em versão de Cristian Oyens e Zélia Duncan.

Apresentou-se no projeto "Novo canto", da Rádio JB FM.

Atuou no Especial de Milton Nascimento realizado para o canal HBO, tocando violão de colo havaiano.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Caetano Veloso
3 Elton Medeiros
4 Irmãs Galvão
5 Festivais de Música Popular
6 Joaquim Calado
7 Noel Rosa
8 Tom Jobim
9 Música Sertaneja
10 Luiz Gonzaga