Busca:

Chocolate

Dorival Silva
20/12/1923 Rio de Janeiro, RJ
27/6/1989 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Também destacou-se como compositor (só de melodias) a partir de 1950, quando Elizeth Cardoso lançou com sucesso `pela Todamérica a "Canção de amor", uma parceria sua com Elano de Paula. A música projetou a cantora em todo o Brasil, mantendo-se nas paradas de sucesso por quase um ano e tornando-se o seu prefixo musical mais freqüente.

Em 1952, a mesma Elizeth Cardoso gravou seu samba "Teu ciúme", parceria com Lourival Faissal. No mesmo ano, gravou o primeiro dos dois discos que lançou pela Todamérica com o samba "Não brinco em serviço", de Luiz Antônio e a marcha "Roda da vida", de sua autoria. Também no mesmo ano, Dircinha Batista gravou na Odeon seu samba canção "Mundo cego", parceria com Ricardo Galeno.

Em 1953, fez sucesso com o samba "É tão gostoso, seu moço", parceria com Mário Lago, gravada por Nora Ney na Continental. No mesmo ano, gravou seu segundo disco pela Todamérica com a marcha "Gênio mau", de Antônio Almeida e Otávio faria e o samba "Com mulher...só assim", de Luiz Antônio.

Em 1954, obteve novo sucesso, desta vez com o samba-canção "Vida de bailarina", parceria com Américo Seixas, gravada por Ângela Maria na Copacabana, e que Elis Regina relançou em 1972. Ainda em 1954, Elizeth Cardoso gravou na Todamérica o samba "Vida vazia" e Vera Lúcia o samba canção "Eu sei que você não presta", parcerias com Mário Lago. Em 1955, teve o samba-canção "Triste melodia", parecria com Di Veras gravado por Cauby Peixoto no LP "Blue gardênia".

Em 1957, seu "Hino ao músico", também conhecida como "Hino à música", parceria com Nanci Wanderley, se tornou prefixo do programa Chico Anísio Show. A música, cuja autoria também é atribuída a Chico Anysio - na época casado com Nancy - tornou-se um grande sucesso e saudava o talento do músico brasileiro. Em 1961, gravou pela Califórnia a marcha "Tira a mão daí", de Arquimedes Messina e Belmiro Barrela. Três anos depois, lançou pelo selo Momo a marcah "Larga eu", parceria com Osvaldo Moriggi e Venâncio.

Em 1990, Caetano Veloso regravou a "Canção de amor".

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Chico Buarque
4 Eumir Deodato
5 Noel Rosa
6 Dorival Caymmi
7 Caetano Veloso
8 Tom Jobim
9 Festivais de Música Popular
10 Romildo