Busca:

Celeste Leal Borges

Celeste Leal Borges

Dados Artísticos

Em 1929, teve o samba-do-norte "Sá querida" gravado por Olga Praguer Coelho na Odeon. No ano seguinte, gravou seu primeiro disco, na Odeon, interpretando de sua autoria o batuque "Sinhá vem cá" e a canção "Canção da noite". Nesse ano, teve a canção "E...você não veio", parceria com M. Bittencourt, gravada por Hilda Borges Curty. Ainda nesse ano, gravou o coco "Sereno eu caio", de sua autoria; a canção "Canção da primavera", de Ari Kerner V. de Castro; os sambas "O pandeiro" e "Foi azá", de Ezequiel da Costa Rodrigues, "Mulata macumbeira", de José Francisco de Freitas e Domingos Magarinos e a marcha "Sapeca", de José Francisco de Freitas. Também no mesmo ano, gravou em dueto com Patrício Teixeira os sambas "Briga de namorados", de Júlio Casado e "Idalina vai-se embora", de João da Bahiana.

Gravou em 1931, com acompanhamento da Orquestra Copacabana o samba-da-roça "Aiuê", de José Luiz da Costa e o samba "Ba-ba-la-ô", de João da Bahiana. Gravou também os sambas "Feitiço", de Fernando Vale; "Pega o baião", de sua autoria, "Eu nasci para o samba", de José Evangelista e a marcha "Entre beijos", de Carlos Santiago e João Rossi.

Em sua curta carreira discográfica gravou 9 discos com 16 músicas pela Odeon sendo quatro de sua autoria.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Geraldo Pereira
4 Tom Jobim
5 Caetano Veloso
6 Pixinguinha
7 Música Sertaneja
8 Noel Rosa
9 Jackson do Pandeiro
10 Nelson Cavaquinho