Busca:

CBES - Confederação Brasileira das Escolas de Samba



Dados Artísticos

Entidade fundada a 7 de setembro de 1951, em decorrência da dissidência na União Geral das Escolas de Samba (Ugesb) e da Federação Brasileira das Escolas de Samba (Febs). A confederação foi patrocinada pelo Major Frederico Trotta, e teve como seu primeiro presidente Messias Cardoso. Em 1952, não concordando em participar da fusão em benefício de uma única entidade máxima que representasse as Escolas de Samba, a Cbes permaneceu atuando no carnaval carioca até 20 de setembro de 1973. Seus presidentes no decorrer dos anos foram: Maurício Tauffie Gazelle, Paulo da Costa Camarão e Jurema Lameirão. A partir de setembro de 1973, a Cbes passou a ser a representação máxima oficial das entidades que congregam as Escolas de Samba do Brasil, sob a presidência de Rui Pereira da Silva. De acordo com o livro "Carnaval - Seis Mil Anos de História", de autoria de Hiram Araújo, foram filiadas à entidade algumas Associações e Federações de Escolas de Samba de todo o Brasil. A Cbes praticamente deixou de existir após a morte de Amaury Jório, em 1980. A Confederação responsável pela indicação e liberação de verbas para o"Rei do Samba" continuou com tal atribuição, mesmo quando se transformou em entidade máxima representativa das Associações e Federações de todo o Brasil.



BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:



ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Edição: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006, RJ.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Paulinho da Viola
3 Festivais de Música Popular
4 Caetano Veloso
5 Beatriz Rabello
6 Luiz Gonzaga
7 Daniela Mercury
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 Vinicius de Moraes