Busca:

Caxangá e Sanica



Dados Artísticos

Cantores. Dupla sertaneja.

Começaram a atuar profissionalmente no começo dos anos 1950. Em 1952, gravaram pela Odeon a toada "Chiquinho e Antônia", de Rômulo Paes e Felisberto Martins e a valsa "Folha caída", de Pacheco Silva. No mesmo ano, gravaram os baiões "Vida de Lampião", de Sanica e Pacheco Silva e "Cavalo baio", de autoria da dupla e a congada "Folia de rei", de Lusinho e Arlindo Pinto.

Em 1953, gravaram o recortado "Sereno cai", de Leite e Antônio Alves e a chula "Herança do meu pai", de Antônio Alves. Em 1954, transferiram-se para a Columbia gravando a canção "Felicidade de caboclo", de Gino Alves e Pichincha e o baião "Oi sabiá", primeiro sucesso do compositor Jadir Ambrósio, feito em parceria com Caxangá. No mesmo ano, gravaram a canção "Volta, cabocla", de Pacheco Silva e o baião "Chô, passarinho", de Caxangá e Jadir Ambrósio. Em 1960, gravaram pelo selo Sertanejo a toada "Tiradentes", de Pacheco Silva e Caxangá, e a chula "Brasília", de Sanica e Pacheco Silva.

Em 1962, Caxangá gravou sozinho pela Continental o xote "Tempo de menino", de Jair Silva e Henrique de Almeida e o baião "Xodó", dele e Vicente Lima. Em fins do mesmo ano gravou em dupla com Carijó o baião "Saudade da cigana", de Caxangá e Jadir Ambrósio, e o bolero "Quero sonhar", de Bolinha e Loli Pimenta.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Assis Valente
4 Nelson Cavaquinho
5 Música Sertaneja
6 João Gilberto
7 Hermeto Pascoal
8 Gilberto Gil
9 Ary Barroso
10 Chico Buarque