Busca:

Cassiano Costa

Cassiano Costa
Cassiano Costa

Dados Artísticos

Compositor de músicas românticas, sua obra foi gravada por artistas como Paulo Sérgio, César Sampaio, Reginaldo Rossi, Beto Barbosa, Mastruz Com Leite, Alcymar Monteiro, Alípio Martins e outros. Sua primeira composição gravada foi a balada "Tente esquecer o que passou", com Hipólito da Costa, lançada em 1974, por Reginaldo Rossi. No ano seguinte, o cantor Ed Carlos gravou "Gosto muito de você", parceria com Rodolpho Pinto. Ainda em 1975, o Duo Ciriema gravou a toada "Pegue o chinelo João", e Ângelo Máximo, a balada "Quero seu amor", com Rodolfo Pinto. Em 1976, voltou a ter uma música gravada por Reginaldo Rossi, a balada "Não tem condição", composição com o cantor. Em 1977, teve três músicas gravadas por Reginaldo Rossi no LP "Chega de promessa" da gravadora CBS: "De Bar Em Bar", com Cleide; "Jeito de santa", com Alcymar Monteiro e Cleide, e "Dessa vez não vou errar (Chega de promessas)", com M. N. Pinto. Em 1978, em LP lançado pela gravadora Copacabana, o cantor Ângelo Máximo lançou a música "O sol quer ver você sorrir", parceria com Nicéas Drumont. Já o samba "O troco", com Nicéas Drumont, foi lançado no mesmo ano pelos cantores Djalma Pires e  José Carlos. Também no mesmo ano, "Pegue o chinelo João" foi regravada por Genival Lacerda, que registrou também o xote "Triste despedida", parceria com Clayton. Em 1979, estreou como cantor, contratado pela RGE, lançando o LP "Pense mais um pouco", em que interpretou as músicas "Não vivo sem você", com Reinaldo B. Brito; "Hoje estou feliz", com Alcymar Monteiro; "Pense mais um pouco", com Ivan Carlos; "Se você quiser", com Carlos Alexandre, e "Quem quer", com Ely Fonte Verde, além de "Quero seu amor" "(Try love)", de C. Ford e S. H. Wittner, com versão sua, e a clássica balada "Pensando nela (Bus stop)", de G. Gouldman e versão de Rossini Pinto. No mesmo ano, o xote "Voltei à minha terra", com Cleusa Balbino, foi gravado por Genival Lacerda, no LP "Não despreze seu coroa", da gravadora Copacabana. Em 1980, lançou seu segundo LP pela RGE, interpretando as músicas "Hoje eu sei", com Spaziani; "1 2 3 (Como antigamente)", com Alcymar Monteiro; "Onde anda você", com Tony Dim; "Um pouco de paz", com Janjão; "Sol de setembro", com Nicéas Drumont, e "Sonhos de criança" e "Vou entregar você", de sua autoria, além de, entre outras, "Meu bem não me quer", de S. Herring, e "Feche os olhos", de John Lennon e Paul McCartney, ambas com versões de Renato Barros. Em 1981, lançou o LP "Melô do patinete", pela gravadora Laço/Ariola, cuja música título tinha sua autoria, com Janjão. O disco trazia também "Bizu"; "Chegou sua vez" e "Tempo lindo", com Nando Terra; "Foi num verão" e "Vou tentar mudar", com Spaziani; "Tudo bem", com Tony Dim; "1 2 3 quem passará", com Alcymar Monteiro, e "É dificil ser cantor", com Janjão. Naquele ano, a canção "Ouça meu grito", parceria com Léo e Janjão, deu título ao LP lançado pelo cantor César Sampaio, pela Laço/Ariola e que incluiu ainda outras quatro composições de sua autoria: "Uma simples palavra"; "Marcas" e "Era só o que faltava", com Janjão, e "Eu você e a brisa", com Nicéas Drumont. Em 1982, o conjunto The Fevers gravou a balada "Não negue seu amor", parceria com Betto Santana e Michael Sullivan. Em 1984, o xote "Miragem", parceria com Alcymar Monteiro, foi gravado por Alcymar Monteiro no LP "Ave de arribação". Nesse ano, mais duas composições foram gravadas por Genival Lacerda: "Quero morder o seu cajú", e "Suposição", ambas com Graça Góis. Em 1985, lançou, pela gravadora Opus Columbia/CBS, o LP "Não te esqueci", no qual interpretou obras de sua autoria como "Não te esqueci", versão sua para "Who'll stop rain", de J. Fogerty; "É fria", com Eliezer Gonzales; "É só me procurar"; "Jeito especial", com Carioca; "Veja no que deu"; "Vexame total" e "Por qualquer preço", com Alcymar Monteiro, além de "Tome jeito", de Alcymar Monteiro e Bareta, e "Bambolê" e "O sorriso maior da cidade", ambas de Alcymar Monteiro e João Paulo. No mesmo ano, teve a balada "Vem me fazer feliz", com Carlos Alexandre, gravada por Carlos Alexandre, em LP da RGE. Em 1986, "O troco", com Nicéas Drumont, foi regravada pelo cantor Luiz Américo. Contratado pela gravadora RCA Victor, em 1987, lançou o LP "Felicidade", no qual interpretou nove músicas suas em parceria com José Orlando: "Surra de amor"; "Quanto tempo"; "Ela não gosta de mim"; "Agora é tarde"; "Vem me dar calor"; "Não te quero mais"; "Venha me ver"; "Felicidade" e "Desejo". Em 1988, a cantora Eliane gravou "Coração fala mais alto", com Zé Lima, enquanto José Orlando gravou "Pra que deixar morrer o nosso amor", parceria dos dois. Em 1989, lançou novo LP, dessa vez pela gravadora BMG Ariola, interpretando, entre outras, as canções "Sem você", com Bandeira de Alencar; "Ainda te pego de jeito", com Frank José; "Gata selvagem", com Armando Teles; "A colegial"; "No fundo é só prazer" e "Saudade", com Luzion, e "Vem matar a saudade", com Netinho dos Teclados, além dos clássicos da jovem guarda "Alguém na multidão", de Rossini Pinto; "A volta", de Erasmo Carlos e Roberto Carlos, e "Coração de papel", de Sergio Reis. Em 1990, as músicas "Não adianta", com Eliane, e "Louca de amor", com Bandeira de Alencar, foram lançadas pela cantora Eliane, em LP da BMG-Ariola. No mesmo ano, José Orlando, também pela BMG Ariola, gravou a balada "Surra de amor", com José Orlando. Em 1991, em disco da gravadora RGE, o cantor Jorge de Altinho relançou "No fundo é só prazer", parceria com Luzion. No ano seguinte, a cantora Glória Ryos gravou "Forró do fole", com Wandilson. Em 1993, "Coração moleque", com Chiquinho, foi gravado por Eliane, enquanto, em LP da Continental, Beto Barbosa registrou "Paixão e cachaça" e "Fruto proibido", ambas parcerias com o cantor. Também no mesmo ano, "Morrendo de amor", com Alípio Martins, foi gravada por Alípio Martins em LP da RGE. Em 1994, o cantor Carlos Rilmar gravou, pela BMG Ariola, as canções "Dor de doer", com Chiquinho do Forró e Oseinha; "Não importa se chorei", com Oseinha, e "Eu não quero te perder", com Oseinha e Chiquinho do Forró. No mesmo ano, Eliane gravou, pela Warrner Music, os forrós "Luar do sertão" e "Estrela guia", ambas com Chiquinho, enquanto o forrozeiro Assisão registrou "Nada pra depois", com Carlos André. Nome conhecido, principalmente no Norte e Nordeste do país, teve mais de 90 composições gravadas, além de lançar discos pelas gravadoras RGE, BMG Ariola e Opus Columbia.

Mais visitados
da semana

1 José Camillo
2 Caetano Veloso
3 Moreno Veloso
4 Rodrigo Vellozo
5 Mayck e Lyan
6 Sivuca
7 Tiee
8 Clara Nunes
9 Jorge Portugal
10 Noel Rosa