Busca:

Carlos Wallace



Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística em meados da década de 1960, e teve suas primeiras composições e versões lançadas em 1967, pelo cantor Márcio Greyck, em LP lançado pela gravadora Polydor, a balada " Venha sorrindo", com Márcio Greyck e Fernando Adour, e mais oito versões suas para sucessos internacionais da época: "Ela me deixou chorando (Lucy in the sky with diamonds)", de John Lennon e Paul McCartney; "Se você quiser o meu amor (She'd rather be with me)", de Bonner e Gordon; "Quero ser livre (I wanna be free)", de Boyce e Hart; "Minha menina (Eleanor Rigby)", de John Lennon e Paul McCartney; "Só sei olhar pra você (Can't take my eyes of you)", de B. Crewe e B. Gaudio; "Sempre vou te amar (When I'm sixty four)", de John Lennon e Paul McCartney; "Como um dia a nascer (A white swhade of pale)", de Reid e Brooker, e "Penny Lane", de John Lennon e Paul McCartney. Nesse ano, fez sucesso com a balada "O carpinteiro", versão sua para a música "If I were a carpenter", de T. Hardin, gravada por Ronnie Von, em LP da Polydor, que incluiu ainda "Se alguém chorou", versão para a música "Walk away Reneé", de M. Brown, B. Callili e T. Sansone. Também em 1967, teve mais duas versões gravadas: "Soneca contra o Barão Vermelho" (Snoopy vrs. The Red Baron), de Gernhard e Holler, lançada por Ronnie Von, no LP "Ronnie Von volume 3" pela Polydor, e "Sunny", versão para composição de Hebb, interpretada por Roberto Audi, para o LP "Só sucessos vol. 2" da Odeon. Em 1968, o grupo The Jones gravou Musicolor/Continental, sua versão para a balada "A História de Bonnie & Clyde (The Ballad Of Bonnie & Clyde)", de M. Murray e P. Callander; o grupo The Jordans registrou, pela Copacabana, "E você", versão para "To give", de B. Crewe e B. Gaudio e o Trio Ternura lançou, pela Musidisc, a canção "Lindo", versão de "Groovin" de F. Cavallere e E. Brigati. Ainda em 1968, o conjunto The Brazilian Bitles gravou, pela Polydor, a balada "Volte meu bem", versão para a música "Baby come back", de E. Grant. Teve ainda mais seis composições lançadas por Marcio Greyck: "Espero chover", e "De como um adolescente voltou à infância e descobriu como era mais fácil viver (A viagem )", ambas com Márcio Greyck, e as versões "Bonitinha" (Jennifer Eccles), de T. Hicks, H. Clark e G. Nash; "Palavras" (Words), de B. Gibb, R. Gibb e M. Gibb; "Mamãe me ensinou" (Your mother should know), de John Lennon e Paul McCartney, e "Por quem foi embora" (Homburg), de Reid e Brooker. Em 1969, a música "E você", versão sua para "To give", de B. Crewe e B. Gaudio, foi gravada pelo cantor Osny Silva, no LP "Mais uma noite",pela Imperial/Odeon. No mesmo ano, Márcio Greyck gravou "Não posso lhe prometer amor", versão para "I can't guarantee you love", de Dee e Potter, e "Primeiro beijo", com Márcio Greyck e Fernando Adour. Em 1978, a cantora Sarah, no LP "A última dança" registrou, pela gravadora Copacabana, "Como um dia a nascer", versão de "A whiter shade of pale", de K. Reid e G. Brooker. Seu período de atuação foi, principalmente, o período de sucesso da Jovem Guarda, quando teve mais de vinte composições gravadas por nomes como Márcio Greyck, Ronnie Von, Roberto Audi e Trio Ternura.

Mais visitados
da semana

1 Creone e Barrerito
2 Trio Nagô
3 Evaldo Gouveia
4 Tiee
5 Mayck e Lyan
6 Trio Parada Dura
7 Aldir Blanc
8 Hermeto Pascoal
9 Noel Rosa
10 Luiz Gonzaga