Busca:

Carlos Cézar


São Paulo
2002 São Paulo

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artistica participando de festivais de música tanto de MPB, como de música sertaneja. Teve sua primeira composição gravada em 1978, "Pontapé na mesa", parceria com Tony Damito, lançada pela dupla Milani e Marcial, no LP "Tempestade de areia",  da gravadora Phonodisc/Continental. Em 1979, começou a se consagrar quando, em parceria com o compositor José Fortuna, obteve os três primeiros lugares no II Festival de Música Sertaneja da TV Record de São Paulo, apresentado por Geraldo Meireles. Em 1980, oito composições suas foram gravadas, entre as quais, "A vaquinha", parceria com José Fortuna e Osvaldo Bettio, e "Bem me quer, mal me quer", com José Fortuna, pelo grupo Os Príncipes D'Oeste, em LP da gravadora Brasil Rural; "Amigo de fé", com José Fortuna, pela dupla Valderi e Mizael, em disco da etiqueta Uirapuru/CBS, e "Berrante de ouro", com José Fortuna, pela dupla Josemar e Joselito, pela RCA Camden, que logo se tornaria um grande sucesso, com várias regravações posteriores. Ainda nesse ano, a dupla Rony e Robson registrou, em disco do selo Rodeio/WEA, as músicas "Chuva na serra" e "Filho adotivo", parceria com José Fortuna, e "Cidade contra cidade", com José Fortuna e Valentino Guzzo. Também em 1980, compôs, com o Conde Dr. José Vicente de Azevedo, o hino "Viva a mãe de Deus e nossa (Hino oficial à Nossa Senhora Aparecida)", lançado no LP "Canto de louvor à Nossa Senhora Aparecida", executado pelo  Maestro Hermínio Gimenez com a Orquestra de Câmara e Musicoral. O disco saiu pelo selo Premier/RGE e trouxe, ainda, interpretação de músicas como "Cordeiro de Deus", de Hermínio Gimenez, com acompanhamento de coro; "Confio em ti", de F. Butler, em dueto com Ramon Cácere; "Kyrie", de Hermínio Gimenez, juntamente com M. B. Algodoal, Ramon Cáceres e Juan Marcos Rossi; "A Anunciação", de Modesto Balbuena e Hermínio Gimenez, cantando juntamente com Ramon Cáceres e Maria do Carmo Oliveira, e "Canto de louvor à Nossa Senhora Aparecida", de Modesto Balbuena e Hermínio Gimenez, interpretado juntamente com Nelson Fuoco, Coro e Ramon Cáceres. Em 1981, novamente em uma parceria com José Fortuna, obteve o primeiro lugar no Festival de Música Sertaneja da TV Record, com a toada "O vai e vem do carreiro", que teve diversas gravações, entre as quais, da dupla Carlos Cézar e Cristiano. Nesse ano, o Trio Carga Pesada, em LP da gravadora Copacabana, lançou as toadas "Meu telefone" e "Cais do porto", ambas com José Fortuna, enquanto a dupla Zita Carreiro e Carreirinho registrou a toada "Janelas do mundo", parceria com José Fortuna, no LP "A autêntica música sertaneja", da gravadora Chantecler. No mesmo ano, teve três composições em parceria com José Fortuna, incluídas no LP "Brasil sertanejo", do selo Brasil Rural, com músicas natalinas: "Natal sertanejo"; "Noite feliz", uma versão criada e interpretada por ele, em dupla com Cristiano, e Éramos seis", pela dupla Morandi e Marapé. Desse mesmo ano, ocorreu a gravação de "O vai e vem do carreiro" pelo Duo Ciriema, um dos grandes sucesso dessa dupla feminina. Em 1982, a dupla Jorge Luis e Fernando, no LP "A dupla que canta com o coração - Vol. 2", da gravadora Copacabana, registrou as composições "Conselhos de pai" e "A porteira", com José Fortuna e Osvaldo Bettio, e "Chuva na serra", com José Fortuna. No mesmo ano, outras três composições suas com José Fortuna foram gravadas pela dupla João Seresta e Cantador, no LP "Auto Posto 13", do selo Brasil Rural: "Auto Posto 13"; "A outra", e "Os três repiques do berrante", tendo esta ultima também o compositor Silveirinha como parceiro. Em 1983, teve as toadas "Viva o nosso amor" e "As pioneiras", com José Fortuna, gravadas pela dupla Irmãs Barbosa, no LP "As pioneiras", da RCA Camden. Nesse ano, a cantora Nalva Aguiar gravou a toada "Pássaro tiuí", parceria com Pitanguá, em LP da Chantecler. Em 1984, teve diversas composições gravadas: "A que ponto cheguei", com Antônio Queiroz; "Tudo depende de nós", com José Fortuna, e "Xonado de novo" lançadas pela dupla Ataide e Alexandre no LP "Marcas de batom", da gravadora Continental; "Volte amor", com Tri e Lopes, "24 horas de amor", com José Fortuna, e "Minha vida", com Tony Damito, registradas pela dupla Matogrosso e Mathias, no LP "24 horas de amor", da gravadora Chantecler, e "Nosso amor é mais importante", com José Fortuna, e "Dama de paus", com Morgado, gravadas pela dupla Zazá e Zezé em LP da Chantecler, quando Zezé di Camargo ainda não era sucesso nacional e utilizava apenas o nome artístico de Zezé. Nesse ano, lançou, em dupla com Cristiano o LP "O Filho do caminhoneiro - Vol. 4", pela gravadora Continental, que incluiu cinco composições de sua autoria: "Boiadeiro mentiroso", com Cristiano; "Alma de cigarra", com Paulo Gaúcho; "O filho do caminhoneiro", com Sebastião Ferreira da Silva; "Que pobre tão rico", com Waldemar de Freitas Assunção, e "Ídolo (Tributo a Elvis Presley)", com Djalma Chaves. Também em 1984, o cantor Bob Joe; em LP da gravadora Arlequim, lançou as composições "Estrada", com José Fortuna; "O pica-pau; "Cowboy", com José Fortuna; "Andarilho", versão da canção "Mississippi", de W. Theunissen; "Billy Tempestade", com Alfie Soares, e "Meu nome é Bob Joe". Em 1985, a dupla Durval e Davi, em LP Continental, gravou as toadas "Ainda resta a esperança", com Alexandre Cirus, e "Brincando de amor", com Paulo Lobo. Nesse ano, lançou, com Cristiano, pela gravadora Continental, o LP "Pedra 90", que incluiu suas composições "Caixinha de ciúmes", com José Fortuna; "Existe alguém pra mim", com Virgínia Kheer; "Cara e coragem", com Virgínia Kheer; "Pedra 90"; "Tanta água tanta sede", com Cristiano; "Os cowboys andarilhos", com Paulo Lobo, e "Grito aberto", versão de "Yo soy purahei", de Maurício Cardozo Ocampo. No mesmo ano, as guarânias "Horizonte belo", com José Fortuna, e "Velho poeta" foram gravadas pelo Trio Carga Pesada. Em 1986, a dupla Amoroso e Amaraí gravou "Lamento de caboclo" e "Mulher de calendário", ambas com Morgado, enquanto as Irmãs Barbosa, em seu terceiro LP, lançaram "Sim ou não", com José Fortuna, e "Se não for pra me fazer feliz", com Alexandre Cirus. Em 1988, voltou a ter músicas gravadas pela dupla Ataide e Alexandre que, em LP da Chantecler, lançaram a balada "500 milhas", com Virgínia Kheer. No mesmo ano, outras composições suas foram registradas por diferentes duplas, como "Amantes inimigos", com José Fortuna, pela dupla Camões e Camargo; "Amor desfeito", com Virgínia Kheer, pela dupla Rouxinol e Sabiá, e "Momento do adeus", com Virgínia Kheer, pela dupla feminina As Mineirinhas, Ainda em 1988, conheceu um de seus maiores sucessos, quando a toada "Vento violeiro", com José Fortuna, foi gravada pela dupla Pena Branca e Xavantinho, no LP "Canto violeiro", da gravadora Continental. Em 1989, o bolero "Amantes e inimigos", com José Fortuna, foi gravado pela dupla Ataide e Alexandre, em LP Chantecler. No mesmo ano, foi feita, pela Orquestra e Coro Terramãe, no LP "Sertanejo bom de dança", da Som Livre, a primeira gravação da toada "Terra tombada", parceria com José Fortuna, que se tornaria um clássico da música sertaneja. Em 1990, o cantor Nilton César gravou, em LP Copacabana, a canção "Velhos Tempos do rock", com Paulo Lobo, Em 1992, o cantor Marcelo Aguiar gravou, em LP Chantecler, as baladas "Casanova das estradas", com Virgínia Kheer, e "Companheiro", com Hélio Batista. No ano seguinte, a dupla Nelsinho e Rinaldo registrou as guarânias "Que falta que eu sinto", com José Fortuna, "Mundo de dor", e a balada "Não sei viver sem te amar", versão da canção "Deep river woman", de Lionel Richie. Em 1995, a toada "Eu te amarei bem mais", com Virgínia Kheer, foi gravada por Marcelo Aguiar em LP da Chantecler/Warner Music . Em 2000, o cantor Daniel, no primeiro volume da série "Meu reni encantado", gravou a toada "Terra tombada".  Foi um dos maiores compositores da música sertaneja contemporânea, com mais de 100 composições gravadas a maior parte delas em parceria com José Fortuna. Em 2005, teve a música "24 de amor", composta em parceria com José Fortuna, gravada pela dupla Edson e Hudson, no CD "O melhor de E&H", lançado pela Deckdisc. Essa versão contou com a participação especial da dupla Matogrosso e Mathias.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Noel Rosa
3 Eumir Deodato
4 Dorival Caymmi
5 Chico Buarque
6 Geraldo Pereira
7 Lupicínio Rodrigues
8 Pixinguinha
9 Assis Valente
10 Romildo