Busca:

Carlos Alexandre

Pedro Soares Bezerra
1/6/1957 Nova Cruz, RN
30/1/1989 Pesqueira, PE

Dados Artísticos

Em 1975, ainda com o nome artístico de Pedrinho, teve sua primeira música gravada, "Caixa vazia", por Ruan Carlos. Mais tarde foi para São Paulo acompanhado do radialista Carlos Alberto de Souza que o levou para a RGE. Em 1978 lançou um compacto simples com as músicas "Arma de vingança" e "Canção do paralítico". O disco vendeu mais de 100 mil cópias e abriu caminho para o lançamento do LP "Feiticeira", que vendeu cerca de 250 mil cópias, sendo também lançado em Castelhano.

Aceitou a sugestão da esposa para adotar o nome artístico de Carlos Alexandre, em homenagem o padrinho. Quando nasceu seu primeiro filho, ele o chamou de Carlos Alexandre Júnior, que, mais tarde, também abraçaria o caminho da música. Grande sucesso da canção brega, é autor de hits populares como Feiticeira, A Ciganinha e Índia, entre outras, que são músicas recorrentes na memória popular em todo o Brasil. Ao longo de sua carreira, teve músicas gravadas, entre outros, por Genival Lacerda, Gilliard e Barros de Alencar. Teve mais de 200 músicas gravadas. Lançou 14 Lps e três compactos, além de participações em coletâneas. Ganhou 15 discos de ouro. Em 1997, o cantor e compositor Daniel Bueno incluiu em seu segundo CD o sucesso "Se você fosse por mim", de Carlos Alexandre.

Em 1999, teve a composição "Arma de vingança", de sua autoria com com Carlos Alberto, gravada pelo cantor brega Falcão no CD "500 anos de chifre - O brega do brega".

Em 2005, o artista foi homenageado com o projeto "Tributo a Carlos Alexandre- Vem ver como eu estou", idealizado pelo produtor cultural Marcelo Veni e que foi realizado, no teatro Alberto Maranhão, em Natal, contando a participação de cantores e bandas de Natal. No evento, os músicos participantes apresentaram suas versões para as músicas de Carlos Alexandre. Incursões de pop/rock, MPB e blues marcaram as apresentações. Participaram do Tributo Cristina Holanda, Geraldinho Carvalho, Nara Costa, Cleudo Freire, Marina Elali, Cabrito, Babal, Carlinhos Bem, Pedrinho Mendes, Rafael Lemos, Júnior Baiano, Isaac Ribeiro, e as bandas Kais, Zero Oito Quatro, general Junkie, Cantus do Mangue, Mr. Groove e Shekynah. O tema do tributo foi isnpirado na composição homônima em parceria com Nando Cordel, um de seus muitos parceiros. Segundo a pesquisadora Leide Câmara, conterrânea do compositor que mantém em seu acervo todos os discos de Carlos Alexandre, ""Ele foi o grande cantor romântico potiguar que pesquisava o cotidiano em casas noturnas, observando a mulher e os costumes sociais, cantava o amor, a paixão mal resolvida mas, sobretudo o amor".

Mais visitados
da semana

1 Elis Regina
2 Ronaldo Bôscoli
3 Noel Rosa
4 Irmãs Galvão
5 Caetano Veloso
6 Isolda
7 César Camargo Mariano
8 Chitãozinho e Xororó
9 Tom Jobim
10 Luiz Gonzaga