Busca:

Caixa Preta



Dados Artísticos

Grupo pop que mateve diversas formações pelas quais passaram Augusto Bapt (voz), Rodrigo Braga (teclados e voz), Renato Siqueira (baixo), Fábio Negroni (guitarra e violão), Rafael Araújo (bateria), Marcos Natal (percussão), Reyno Trumpet (trompete), Kátia Nascimento (trombone), J oelson Lima (baixo), Robertinho de Paula (guitarra e violão), Marcos Feijão (bateria), Jurandir Ribeiro (percussão) e Marcos Toledo (sax). Surgiu em Campo Grande, bairro da Zona Oeste do Rio de Janeiro, no final dos anos de 1990. Sua proposta musical era a mistura de ritmos, passando pelo samba, funk, reggae e jongo, batizada por seus integrantes de "Gonça". Em 1999, a banda lançou o primeiro disco "100% Gonça", sendo considerado uma revelação do pop carioca. No CD regravou "Samba da benção" (Baden Powell e Vinicius de Moraes) no qual os arranjos foram conduzidos para o funk, ijexá, samba-jongo, com leves pitadas de rap. Na introdução da faixa constou a participação especial da voz de Vinicius de Moraes (com trechos do áudio do filme sobre ele, cedido por Suzana de Moraes). Outras composições que se destacaram foram "Caxanga rosa" (Augusto Bapt e Rodrigo Braga) com levada de jongo e repleta de rifs de sopro e ainda a participação da cantora Jade (Cida) do morro da Serrinha, no subúrbio carioca de Vaz Lobo, um dos últimos redutos do Jongo. Outra composição de destaque foi "Daqui por diante" (Augusto Bapt e Rodrigo Braga), choro que contou com a participação de Amandinho. Destaque também para Mestre Darcy do Jongo que participou em algumas faixas. Em maio de 2000, apresentou-se na casa de espetáculos carioca Ballroom para lançar o primeiro videoclip (16mm) com música de trabalho "Caxanga rosa". O clipe foi dirigido por Belisário França, sendo veiculado na MTV, no Multishow e no programa "Interligado" da Rede TV. O show contou com as participações especiais de Pedro Luís e A Parede, Mestre Darcy do Jongo e do DJ Marcelinho da Lua. Fez diversas apresentações em casas de shows do Rio de Janeiro e em São Paulo, onde lançaram o disco no SESC Pompéia, logo recebendo convites para novas apresentações, no SESC da Vila Mariana e em outras unidades do SESC no interior paulista. No ano 2001, a banda promoveu, no Ballroom, dois shows em homenagem a Darcy do Jongo, com a participação de vários artistas, entre eles, Beth Carvalho, Luiz Melodia, Armadinho, Dudu Nobre, Monarco, Walter Alfaiate, Nelson Sargento, João de Aquino. A bilheteria do show foi revertida para a construção da Casa do Jongo e produção do primeiro CD de Mestre Darcy. No carnaval de 2001 criaram o Bloco da Gonça, que desfilou na terça-feira de carnaval na praia de Ipanema. Nesse primeiro ano participaram 120 pessoas com camisetas, puxados por um carro de som e uma bateria de 40 ritimistas, dirigido Mestre Faísca, do Império Serrano. No final do desfile uma multidão de aproximadamente 10.000 acompanhou o bloco. Em 2002, com uma nova formação, a banda apresentou o show "100% Gonça", no Ballroom, que contou com a participação de Seu Jorge (ex-Farofa Carioca) e de Dona Sú em uma homenagem a Darcy do Jongo, falecido nesse mesmo ano e com quem a banda se apresentava regularmente. Paralelamente ao trabalho musical, a banda desenvolve atividades sociais com comunidades carentes, participando de oficinas de ensino de música. Promovem campanhas como "Doe seu instrumento", cujo objetivo é arrecadar instrumentos que estejam sem uso para distribuí-los em ONGs e em Associações de Moradores, onde sejam realizadas oficinas de música. A Banda trabalha no projeto "Casa da Gonça" (em fase de instalação) em Campo Grande, um local onde serão desenvolvidas atividades sócio-culturais voltadas à comunidade, com a criação de oficinas de música, pintura, dança e capoeira, na área cultural; e aulas de informática, de cidadania, apoio psicológico, costura, culinária e artesanato, na área social. Neste mesmo ano, a banda fez show de lançamento do CD na Sala Funarte Sidney Miller, no Rio de Janeiro.

Em 2005 a banda fez show no "Projeto Camarote das Artes", desenvolvido pelo Conjunto Cultural da Caixa.

Mais visitados
da semana

1 Durval e Davi
2 Tiee
3 Vinicius de Moraes
4 Martha Rocha
5 Gilberto Monteiro
6 Festivais de Música Popular
7 Creone e Barrerito
8 Alceu Valença
9 Mayck e Lyan
10 Luiz Gonzaga