Busca:

Bloco Carnavalesco Bloco Bartucada



Dados Artísticos

A Bartucada é uma sociedade civil registrada, sem fins lucrativos, com sede em Diamantina (MG), que tem como finalidade contribuir para a preservação, a valorização e o desenvolvimento da tradição cultural e artística do carnaval de rua da cidade. Busca também promover a conscientização dos foliões quanto à preservação do patrimônio histórico e das cachoeiras do município durante o carnaval. Divulga, com o seu espetáculo, o carnaval de rua de Diamantina e a tradição popular da batucada - uma expressão musical que vem perdendo espaço no cenário cultural do Brasil. Com tradição de 26 anos, nasceu no carnaval de 1972, através da iniciativa de algumas tradicionais famílias de Diamantina, que se reuniam todas as tardes em frente ao bar A Baiúca, no Largo da Quitanda. Com muito samba e batucada noite adentro, criou e consolidou as características e tradição da Bartucada, como um grupo aberto à participação dos foliões que tocam continuamente, sem intervalo, com o lema "o samba não pode parar". O grupo conta com a bateria de dezenas de ritmistas e vários instrumentos, como surdos, caixas, repiques, tamborins, rocar e chocalhos. Ocupando o ponto central da cidade, o Largo da Quitanda, a Bartucada comanda a folia de sexta-feira a quarta-feira de cinzas, das 22h às 9h da manhã. Diariamente são 10 horas contínuas, sem intervalos, de muito samba. A Bartucada também se faz presente com o seu bloco caricato - O Brókio da Xai-Xai - que desfila tradicionalmente às segundas-feiras de carnaval há mais de 20 anos, levando a alegria pelas ruas e becos e arrastando os foliões por onde passa. Desde 1994, que a Bartucada promove o seu pré-carnaval em Belo Horizonte, levando o clima e o astral do carnaval de rua para o bairro Savassi (Rua Tomé de Souza, esquina com Avenida Getúlio Vargas). Este evento conta com o apoio do Órgão Turístico de Belo Horizonte e faz parte da programação oficial do pré-carnaval da capital mineira.



BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:



ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Edição: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006, RJ.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Nelson Cavaquinho
4 Assis Valente
5 João Gilberto
6 Hermeto Pascoal
7 Chico Buarque
8 Música Sertaneja
9 Ary Barroso
10 Lúcio Barbosa