Busca:

Bitão

Wagner Tadeu Benatti
20/1/1951 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística na década de 1960 como vocalista e guitarrista. No final de 1964, integrou a banda Quatro Sem e 1 Com Óculos que durou pouco tempo. Em 1965, integrou a banda paulistana The Bats. Em 1966, ingressou como vocalista e guitarrista do conjunto Os Megatons modificando com isso o estilo da banda criada no começo dos anos 1960 e inicialmente voltada ao rock instrumental. Ainda em 1966, compôs a balada rock "Tijolinho", gravada com grande sucesso pelo cantor Bobby di Carlo em um compacto simples que tinha no lado B a balada "Minha Tristeza", com     Edmundo Arroyo. Este disco contou com o acompanhamento do conjunto Os Megatons, que então acompanhava gravações de outros cantores como Antônio Marcos e  Marcos Roberto. No mesmo ano, suas composições "Meu machucadinho" e "Nelma", ambas com Primo Moreschi, foram gravadas na Mocambo pelo conjunto Megatons. Na mesma época, como vocalista e guitarrista do Megatons, gravou mais dois compactos simples, sendo que o terceiro e último desses discos, que sairam pela Odeon, incluiram suas composições "Tarzan", com Primo Moreschi, e "Viajando", com Antonio Sodinha. No começo de 1968, atuou como vocalista e guitarrista no trio Os Waldsons, integrado ainda por Mug (João Bonturi Neto), no baixo e backing vocals, e Jair JBH, na bateria, criado para acompanhar a cantora Waldirene. Pouco depois, o trio se dissolveu e foi então convidado a integrar como guitarrista e vocalista do conjunto The Maskers, que atuava com algum êxito na noite paulistana tocando em bailes. Também em 1968, conheceu Oswaldo Malagutti e Hélio Santisteban, que procuravam um guitarrista para uma nova banda. Foi então convidado por eles a integrar a nova banda que surgia: Pholhas. Em 1970, a banda Phophas gravou seu primeiro disco, um campacto simples que incluiu a balada "In my Way", com Paulo Fernandes. Em 1972, teve as composições "My First Girl", com Hélio Santisteban, e "Pope", com  Paulo Fernandes, gravadas pelo conjunto Pholhas em disco que chegou ao topo das paradas de sucesso em apenas três meses, e vendeu cerca de 450.000 cópias rendendo ao grupo o primeiro disco de ouro na carreira.
Em 1973, suas composições "The other one"; "The world's truth"; " The beauty of your soul"; "Dead faces"; "In my way", todas com Paulo Fernandes, e "The King's walk", com Hélio Santisteban, Oswaldo Malagutti, e Paulo Fernandes, foram gravadas no primeiro LP do grupo Pholhas intitulado "Dead faces". Em 1974, no segundo Lp do conjunto Pholas teve gravadas as composições "Flowers in the rain"; "Sally Bell"; "The King Of Space (Richard The Red)"; "The game is getting money", e "We're all mad", com Paulo Fernandes, e "So long folks" e "Only one pineapple (Grand Final)", com Hélio Santisteban, Oswaldo Malagutti, e Paulo Fernandes. Em 1975, fez com Paulo Fernandes as baladas "I'm down"; "My sand blues"; "Sunshine"; "I'll make your day bright"; "I use to sleep" e "Bye people", lançadas no terceiro LP dos Pholhas. 
Em 1977, suas composições "Panorama"; "Imigrantes"; Somente Rock'n'roll"; "Solidão"; "Águas passadas"; "Anoiteceu"; "Dr Silvana"; "Pra ser mais eu" e "Luzes câmaras ação", todas com Oswaldo Malagutti, Marinho e Paulo Fernandes, fizeram parte do primeiro LP dos Pholhas com músicas cantadas em português.
Em 1979, fez com Paulo Idelfonso a versão da música "A. C. M. (Y. M. C. A.)", de Jacques Morali, Henri Belolo e Victor Willis, gravada pelo conjunto Os Incríveis. Em 1988, passou a fazer participação especial na banda de rockabilly Cokeluxe, com a qual gravou um LP. No final dos anos 1980, com o fim da banda Cokeluxe  ingressou na banda Rockterapia também voltada ao estilo rockabilly, que no entanto, duroupouco tempo. Em 2002, juntamente com os ex integrantes do conjunto Pholhas e mais Marinho Testoni, ingressou na banda Womp que atuou até 2008.

Mais visitados
da semana

1 Agnaldo Timóteo
2 Claudio Cartier
3 Tiee
4 Sivuca
5 Noel Rosa
6 Vinicius de Moraes
7 Tom Jobim
8 Gonzaguinha
9 Luiz Gonzaga
10 Caetano Veloso