Busca:

Barnabé

João Ferreira de Melo
8/12/1932 Botelhos, MG
13/9/1968 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Adotou o nome de Nhô Peroba e passou a se apresentar em circos e cinemas tocando violão e contando piadas, quando ainda adolescente. Foi para São Paulo, por intermédio da dupla Tonico e Tinoco, e passou a freqüentar o rádio. Apresentou-se nos anos 50 nos programas "Na beira da tuia" e "Peru que fala". Em 1965, já com o nome de Barnabé, gravou seu primeiro disco pela Continental. Nesse disco, misturou piadas e músicas caipiras tais como: "Sanfona da véia", de Brinquinho e Brioso, "Casamento do Barnabé", de Barnabé e Capitão Furtado, e uma paródia de "O calhambeque", sucesso de Roberto Carlos naquela época. A paródia recebeu o nome de "O esculhambeque". Barnabé gravou outros três LPs. A partir de 1970, depois da sua morte, seu nome artístico foi adotado pelo irmão mais novo, José Ferreira de Melo. O segundo Barnabé gravou mais oito LPs pela Continental, mantendo o estilo do primeiro Barnabé. Em 1971, gravou "O casamento do Barnabé", composição feita em parceria com o Capitão Furtado. Nos anos 90, apresentou-se em shows em circos e rodeios.

Mais visitados
da semana

1 Festivais de Música Popular
2 Luiz Gonzaga
3 Assis Valente
4 Chico Buarque
5 Caetano Veloso
6 Tom Jobim
7 Hermeto Pascoal
8 Nelson Cavaquinho
9 Dorival Caymmi
10 Música Sertaneja