Busca:

Banda de Pífanos



Dados Artísticos

De origem desconhecida, a chamada Banda de Pífanos é uma das mais fortes tradições musicais do Nordeste. No Ceará, essas bandas são chamadas de "Cabaçal", em Alagoas, de "Esquenta mulher" e na Paraíba e em Pernambuco, de "Terno" ou "Zabumba". Tais bandas compõem-se normalmente de dois ou três pífanos, três tambores, uma caixa, um tarol e pratos de metal. Utilizam-se um pífano mais grave e outro mais agudo, como se fossem a primeira e a segunda flautas. Pífanos, ou pífaros, ou ainda "pifes", na linguagem do interior, são flautas transversas feitas de taquara ou lata. A função inicial de tais bandas era a de obter esmola para o Divino Espírito Santo e outros padroeiros no interior nordestino. Ainda no interior são utilizadas em cavalhadas e festas em casas grandes e capelas. Para muitos, sua origem remonta uma tradição Ibérica. Na Espanha existem as bandas que acompanham as Pastorales e vilancicos no Natal e em Portugal, com o nome de Bombo, estão presentes nas romarias e cantigas de arraial. No interior nordestino acompanham festas religiosas, enterros, novenas e procissões.

Mais visitados
da semana

1 Durval e Davi
2 Tiee
3 Vinicius de Moraes
4 Martha Rocha
5 Gilberto Monteiro
6 Creone e Barrerito
7 Festivais de Música Popular
8 Alceu Valença
9 Mayck e Lyan
10 Luiz Gonzaga