Busca:

Balthazar



Dados Artísticos

De estilo romântico, começou a carreira no princípio dos anos 1970, cantando na noite. Sua primeira gravação foi a balada "Cartas de amor", de sua autoria, lançada em 1974, em compacto simples e incluída, no mesmo ano, em duas coletâneas da gravadora Polyfar/Philips: "Super parada - Vol. 2" e "Sucessos de ouro Nº 7". Contratado pela gravadora Polyfar/Philips, lançou seu primeiro LP, em 1975, intitulado "Cartas de amor", música de sua autoria, um dos sucessos do disco. O outro sucesso foi o samba-canção "Vontade de voltar", de Raul Sampaio. Também foram incluídas no disco as músicas "Verdade pura nua e crua" e "Perco a cabeça", com Lourenço; "Passagem só de ida", com Pedro Paulo e César Roberto, e "Vou esquecer um olhar", com Jean Pierre, além composições de outros autores: "Que será de mim" e "Mariana", de Isaias Souza; "Se ainda existe amor", de Raulzito e Sandra Syomara; "Procure sorrir", de Édson Ribeiro; "Depois de ti depois do amor", de Mita, "Sarah", Chico Xavier e Nem, e "Amar sem ser amado", de Mourão Filho e Joel Honorato. Nesse disco, também foi destaque a balada "Passagem só de ida", com Pedro Paulo e César Roberto, incluída na coletânea "Sucessos de ouro - VOL. 8", da Polyfar/Philips. Em 1976, contratado pela gravadora Polydor, lançou o LP "Se eu parar de cantar", que incluiu de sua autoria as músicas "Se eu parar de cantar"; " Ana"; "Me leva amor"; "Não se desespere", e "Chorar pra que", todas parcerias com Lourenço; "Meu Deus", com Jean Pierre, e "Não importa sua cor", com César Roberto e Pedro Paulo, além de composições de outros autores como "Garoto de rua", de Isaias Souza; "Vai", de Marcos Roberto e Japa; "Me deixa em paz", de Fernando Lelis e Henrique Claudino, e "O lugar que era seu", de Chico Xavier e Nem. Nesse disco destacou-se a composição "Garoto de rua", de Isaias Souza, quase uma canção de protesto, falando das questões sociais brasileiras, no caso, os menores abandonados, embora passando um pouco despercebida, pois na época, a censura visava sempre os mesmos nomes. Ainda nesse ano, participou de duas coletâneas da gravadora Polyfar/Philips: "Sucessos de ouro - Vol. 9", com "Se ainda existe amor" e "Sucessos de ouro - VOL. 10", com "Se eu parar de cantar". Em 1977, também pela Polydor, lançou o LP "Transas de amor", música título de Toto e Bentana, e que incluiu ainda as músicas " Agora gosto mais de mim", de Elizabeth; "Vou trancar as portas", de Édson Ribeiro e Paulo César, e "Águas passadas", de Miguel e Roberto Livi, além de oito composições de sua autoria: "Agora não existe mais tempo"; "Adeus na praça"; "Se você voltasse"; "Não há motivo pra recomeçar"; "João das Couves", e "Agora vou pegar meu violão", todas com Lourenço, e "Problemas e defeitos" e "Precisamos voltar", com Sobreira Batera. Contratado pela gravadora Entré/CBS, lançou novo LP em 1979, interpretando, entre outras, as músicas "Uma canção pra nós dois", com Jorge Paiva e Iracema; "Nada faz sentido"; "Paz afinal"; "Enorme mentira de amor"; "Se você sentir saudade", e "Passagem para qualquer lugar", todas com Lourenço. Em 1981, ingressou na WEA e lançou o LP "Chama de amor", no qual não registrou nenhuma composição sua, mas que incluiu seis obras da dupla Sobreira Batera e Maiana: "Chama de amor"; "Paz e amor"; " Vem amor"; "Maria"; "Pó com poeira" e "Pobre menina rica", além de "Sem você eu sou metade", de Alcymar Monteiro, e "Rosa de maio", de Custódio Mesquita e Evaldo Ruy. Em 1984, lançou, pela gravadora Araponga/Lança/Polygram, o LP "Fale amor", interpretando, entre outras, as músicas "Não adianta tentar me enganar", com Sobreira Batera e J. Elias; "Fale amor"; "Abre essa porta"; "Beco sem saída"; "Maria Tereza", e "Você mudou pra pior", todas com Sobreira Batera; "Cão sem dono", com Luis Wanderley, e "Todo dia" e "Aéro de lembranças", de sua autoria. Em 1991, lançou, pela Somarj, o LP "Te amo te quero de graça", no qual registrou mais cinco parcerias com Sobreira Batera: "Baton vermelho"; "Cinco horas da manhã"; "Bebida choro e fel"; "Te amo te quero de graça" e "Bendito seja", e também "Na cama redonda e macia", de Neuma Morais e Sobreira Batera; "Quem é"; clássico de Silvio Lima e Maurílio Lopes; "Beijo gelado", de Rubens Machado, e "Caminhos de pedras", com Sobreira Batera e Denise Cortêz, além da regravação de "Cartas de amor". Em 2000, "Cartas de amor" foi incluída no CD "Popular", da série "20 músicas do século XX", lançada pela Universal Music. Seu período de maior sucesso foi a segunda metade da década de 1970, quando se destacou com as músicas "Cartas de amor", de sua autoria e o samba-canção "Vontade de voltar", de Raul Sampaio. Lançou discos pelas gravadoras Polydor/Philips, CBS e WEA.

Mais visitados
da semana

1 Acyr Marques
2 Geraldo Pereira
3 Caetano Veloso
4 Dorival Caymmi
5 Hermeto Pascoal
6 Nelson Cavaquinho
7 Pixinguinha
8 Noel Rosa
9 MC Sapão
10 Francisco Mignone