Busca:

Attilio Grany

Attilio Grany
[Circa 1905] São Paulo, SP

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística no final dos anos 1920. Contratado pela Parlophon, fez sua primeira gravação em abril de 1930, interpretando em solo de flauta os choros "Na surdina", de sua autoria, e o clássico "Apanhei-te cavaquinho", de Ernesto Nazaré. Quatro meses depois, já pela Victor, gravou a polca-choro "Chorando sempre", de sua autoria em disco que trazia no lado B o também instrumentista Louro ao saxofone. Também em 1930, teve três composições gravadas por Raul Torres, o choro cantado "Peneira a pomba no ar" e a embolada "Vapô de ferro", parcerias com Raul Torres, e a toada nortista "Ladera do Pilá". Teve também a cena paulista "Caipira no mercado", parceria com RaulTorres e Pescuma gravada em dueto por Raul Torres e Pescuma. No ano seguinte, gravou em interpretação de flauta o choro "Aguenta calunga", de sua autoria, em disco dividido dessa feita com o Conjunto Tupi. Ainda em 1931, gravou três discos pelo selo Ouvidor interpretando em solos de flauta as valsas "Célia" e "Noite de luar", e os choros "Lá vem o sol", "Amoroso", "Tenho saudade" e "Turuna", todas de sua autoria. Em seguida, gravou com seu grupo, pelo selo Arte-Fone, o choro "Vai, mas custa", e a valsa-choro "Rosinha", ambas de sua autoria. Em 1933, transferiu-se para a Columbia e gravou a valsa "Prece da saudade", de sua autoria, no lado A de um disco que tinha no lado B o clarinetiste Domingos Pecci. Em 1936, gravou com seu conjunto, ainda na Columbia, o choro "Garnizé" e a valsa "O fim da serenata". Nesse disco, fez os solos de flauta. Ainda na década de 1930, fez parte da Orquestra Colbaz como flautista com a qual gravou cerca de quinze discos registrando entre outras músicas o choro "Tico tico no fubá", de Zequinha de Abreu. Em 2004, o selo Revivendo lançou o CD "Raul Torres - Tá vendo muié" com gravações de Raul Torres no qual foram incluídaso choro cantado "Penera a pomba no ar", parceria com Raul Torres, e a toada nortista "Ladera do Pilá". No mesmo ano, em outro CD do selo Revivendo com gravações de Raul Torres intitulado "Raul Torres e seus parceiros" foi incluída a cena paulista "Caipira no mercado", parceria com Raul Torres e Pescuma. Foi citado por Orestes Barbosa no livro "Samba" como um dos grandes flautistas da música popular brasileira na década de 1930.

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Noel Rosa
6 Assis Valente
7 Lupicínio Rodrigues
8 Hermeto Pascoal
9 Chico Buarque
10 Daniela Mercury