Busca:

As Marcianas



Dados Artísticos

Cantoras. Dupla sertaneja. A dupla se formou em 1981 pelas irmãs Celina e Ivone, filhas do cantor e compositor João Mineiro, da dupla João Mineiro e Marciano.  Em 1984 lançaram o primeiro disco, pela Copacabana, com destaque para as faixas "Sedução", "Noites mal dormidas", ambas de Jocimar e João Mineiro, e "Mesmo homem", de Darci Rossi e Marciano. Em 1986, lançaram seu segundo disco, também pela Copacabana, com participação especial de Marciano, na faixa “Alguém que me lembra você”, de Darci Rossi e Marciano. O LP vendeu cerca de 250 mil cópias.  Participaram da coletânea “Sertanejo 88”, lançado pela Copacabana, cantando, junto de Jair Rodrigues, a música “Sonhos coloridos”, de Mário Maranhão, César Augusto e César Rossini, e sozinhas a faixa “Nossa melodia preferida”, de Carlos César e Virgínia Kheer.  Em 1989, lançaram seu terceiro disco, novamente pela Copacabana, com destaque para as faixas “Canção do mais puro amor”, de Darci Rossi e Marciano, que contou com a participação especial da dupla João Mineiro & Marciano, e a versão “Chuvas de verão”, versão de João Amaral e Fátima Leão para “Um chant d'amour um chant d´èté”, de François e Atria.  Na sequência, Ivone deixou a dupla para seguir carreira solo.  O nome As Marcianas permaneceu, sendo Ivone ela substituída por Geize, cantora paranaense.  Em 1990, receberam o prêmio "Di Giorgio".   Em 1991, com a nova formação, lançaram um disco, pela Copacabana, com destaque para canções como “Porque brigamos”, versão de Rossini Pinto para “I am... I Said”, de Neil Diamond,  “Amor paixão”, versão de Neil Bernardes para “Midnight sunset In town”, de P. Schertz, e “Dominique”, versão de Paulo Queiroz para a música de mesmo nome de Soeur Sourire.  O LP alcançou cerca de 300 mil cópias vendidas, e elas ficaram conhecidas nacionalmente.  No mesmo ano, receberam os prêmios "Musicamp" e "Sharp".   Ainda em 1991, participaram da coletânea “Boleros sertanejos”, da gravadora Copacabana, cantando a música “Palavras de mulher arrependida”.  Em 1992, receberam o "Troféu Imprensa" e o "Canário de Ouro", escolhidas como a melhor dupla feminina do ano. Também em 1992, gravaram mais um LP pela Copacabana, com produção de Nil Bernardes, e músicas de destaque, entre elas “Fala comigo”, de Elias Muniz e Fátima Leão, “A felicidade está de volta”, de Mário Maranhão e Tivas, que teve participação especial de Marciano, e “Eu não aceito o teu adeus”, de Mauro Motta e Renato Barros.  Em 1994, lançaram mais um LP, desta vez pela RGE, com destaque para as músicas, "Caí da cama", de Waldir Luz, Greyce e Marciano, "Cara", de Alexandre e Rock, "Eu amo e não sou correspondida", de Elizabeth e "Deixa rolar", de Maria da Paz e Mário Maranhão.  No mesmo ano, apareceram em todo o Brasil após gravarem comercial para a Petrobrás, na campanha comemorativa de 40 anos da companhia.  Em seguida, Geize deixou a dupla, após ficar viúva.  Outra formação foi então iniciada, novamente com Celina, e com outra cantora paranaense, Elaine.  Em 1998 lançaram, pela RGE, mais um álbum, registrando, entre outras, a clássica "Colcha de retalhos", de Raul Torres, "Mercedita", de Belmonte, "Amor que não tem jeito", de Zezé di Camargo e "Cuida de sua vida", de Fátima Leão.  Em 1999, tiveram um CD com vinte sucessos lançado pela EMI na série "Raízes sertanejas". A partir de 2000, essa formação se acabou e a dupla ficou cerca de 3 anos inativa. Em 2000 lançaram CD pela gravadora San Francisco, com destaque para "Agarra, agarra", um arrasta country de Maria da Paz e J. Moreno que deu nome ao show/tournê da dupla naquele ano, que contou com coral e balé.  Em 2001 lançaram o CD "Quando partir", de Carlos Colla, com produção de Crystian. A partir de 2004, outra cantora entrou na dupla, Adriana, integrando a quarta formação de As Marcianas, ao lado de Celina.  Em 2005 fizeram uma turnê, intitulada “20 anos de sucesso”, comemorando mais de duas décadas de atuação.  Em 2012, gravaram o primeiro DVD da dupla, na cidade natal de Adriana, Cajuru (SP), com participações especiais de João Mineiro & Mariano, Raí, e Jair Rodrigues.  Em 2013, gravaram mais um álbum, com destaque para a música de trabalho “Alô, alô”.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Chico Buarque
4 Caetano Veloso
5 Eumir Deodato
6 Noel Rosa
7 Dorival Caymmi
8 Festivais de Música Popular
9 Tom Jobim
10 Romildo