Busca:

Artur Gouvêa

Artur de Freitas Gouvêa
16/12/1977 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Ingressou no ano de 1996 no quinteto de violões A Camarilha, também integrado por André Poyart, Lenine Vasconcelos, Eduardo Gatto e Guilherme Milagres.
Em 1997, com o violonista Celso Garcia Ramalho, participou como músico da peça "Impulsos Nº2", de Ricardo Tacuchian. No ano seguinte, participou do CD encartado no livro "Lorenzo Fernandez e as Sete Notas", da autora Maria Idalina Ismael. Neste mesmo ano de 1998, integrando o quinteto A Camarilha, obteve 2º lugar no "1º. Concurso Internacional Honorina Barra", de Música de Câmara, sendo selecionado pelo Itaú-Cultural no projeto "Rumos: Tendências e Vertentes", para integrar um CD regional lançado pelo projeto.
No ano de 1999, gravou o CD "Fazendo Música", junto a outros violonistas, em homenagem ao compositor Luiz Gonzaga.
Em 2001, com o violonista Paulo Pedrassoli, estreou as peças "Sinuoso - Duo Nº3", "Duo Nº4 - agogôs de nylon" e "Duo Nº5", de Carlos César Belém. Participou do CD "Músicas para o violão brasileiro", de Toni Costa. No ano posterior, em 2002, participou do CD "Violões da AV-Rio", da Associação de Violões do Rio de Janeiro. Gravou, neste mesmo ano, com o violonista Paulo Pedrassoli, a peça "Cinco Miniaturas", de Roberto Victorio para CD com obras para violão do compositor.
Em 2003 participou como violonista do disco "Compasso Clássico", lançado pela gravadora Biscoito Fino. Participou uma série de oito concertos no projeto "SESC Clássicos".
Em 2006 como arranjador, violão de 6 cordas e violão requinto, substituindo o violonista Celso Garcia, ingressou no grupo Música Surda, também integrado por  Andréia Pedroso (voz), Antonio Jardim (arranjador, violão de 10 cordas) e  Eduardo Gatto (arranjador, violão de 8 cordas e guitarra portuguesa).
No ano de 2007 participou do disco de Antônio Mello Quarteto, no qual executou violão tenor. Com o quinteto A Camarilha lançou o CD "Na faixa" neste mesmo ano.
Em 2008 fazendo parte do grupo Música Surda lançou o álbum duplo intitulado "O Livro das Canções", no qual a cantora Andréia Pedroso interpretou a faixa "Desencanto", com melodia de sua autoria sobre versos do poeta Manuel Bandeira. No ano seguinte, em 2009, fazendo parte do grupo participou do "40º Festival de Inverno da UFMG", em Diamantina. No ano posterior, em 2010, participou do lançamento internacional do CD do grupo Música Surda, apresentando-se em Portugal e em turnê nacional. Nesta temporada, apresentou-se nas filiais da CE Livrarias em Lisboa, Porto, Portimão e Coimbra; no Palácio Foz, Sala dos Espelhos, em Lisboa, na Casa Verdades Faria, Museu da Música Portuguesa, em Cascais e nas dependências da Universidade Nova, de Lisboa.
Em 2011, participou como debatedor, compositor e músico da "1ª Edição do Festival Tão longe, tão perto: Música e Poesia em Língua Portuguesa", realizado no Rio de Janeiro em parceria com a UERJ, Faperj e CEFET/RJ.
Em 2012 participou como pesquisador, coordenador e debatedor de diversos projetos de pesquisa e extensão pela Faculdade de Educação da UERJ, sob a orientação do Professor Dr. Antonio Jardim.
Durante a carreira de violonista e concertista apresentou-se em vários eventos e shows no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Festivais de Música Popular
3 Luiz Gonzaga
4 Chico Buarque
5 Música Sertaneja
6 Lupicínio Rodrigues
7 Assis Valente
8 Caetano Veloso
9 Nelson Cavaquinho
10 Clementina de Jesus