Busca:

Arnô Canegal

Arnaud Canegal
12/1/1915 Rio de Janeiro, RJ
21/3/1986 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Estreou como compositor em 1939, com a marchinha carnavalesca "O gato e o rato", parceria com Wilson Batista e Augusto Garcez, gravada pela cantora Odete Amaral na Victor. Em 1940, seu samba "Gargalhei", em parceria com Augusto Garcez e Henrique de Almeida, foi gravado pelo cantor Carlos Galhardo, também na Victor.

No início da década de 1940, integrou a orquestra do maestro Fon-fon como ritmista, seguindo com o grupo em excursão pela Argentina e Uruguai. Participou de várias excursões com Zacarias e sua Orquestra. Trabalhou como ritmista da Escola de Samba de Herivelto Martins e do Trio de Ouro, em espetáculos no Cassino da Urca. Participou da filmagem de "Jangada", filme inacabado de Orson Welles, gravado no Brasil. Em 1942, seus sambas "Só você", parceria com Ari Monteiro e "Doce de coco", parceria com J. Batista foram gravados na Victor por Cyro Monteiro.

Em 1945, Cyro Monteiro gravou o samba "Aquele bilhetinho", parceria com Nélson Cavaquinho e Augusto Garcez, na Victor. No mesmo ano, Nelson Gonçalves gravou também na Victor o samba "Puxa os cabelos dela", parceria com Osvaldo França e H. de Barros. Em 1947, teve a marcha "Pachá", parceria com J. Piedade gravado na Odeon pelos Vocalistas Tropicais. No ano seguinte, seu samba "A primeira mulher", parceria com A . Espírito Santo e Albertina da Rocha foi gravado na Odeon pelo Trio de Ouro. Em 1949, compôs com A . Espírito Santo o samba "Remorso", gravado pelos Vocalistas Tropicais na Odeon. Seu samba "Não põe a mão", com Mutt e Buci Moreira, foi grande sucesso na voz dos Titulares do Ritmo em 1951, gravado na Odeon e posteriormente regravado, com sucesso, pelas cantoras Elza Soares e Elizeth Cardoso. No mesmo ano, seu samba maxixe "Me leva baiana", parceria com Felisberto Martins foi gravado por Risadinha na Odeon. No ano seguinte, o mesmo Risadinha gravou a batucada "Pau Pereira", parceria com Albertina Rocha e o samba "Eu queria ser dinheiro", parceria com Mutt.

Em 1954, teve o samba "Grande amor", parceria com Ari Cordovil e Fernando Lobo, gravado por Dircinha Batista na RCA Victor. No ano seguinte, seu samba "Fui traído", parceria com Ari Cordovil foi gravado na Copacabana por Orlando Silva. Em 1956, sua batucada "A jurupoca piou", parceria com Ari Cordovil e Pereira Matos foi gravado por Roberto Paiva na Odeon e o samba "A dona da casa", parceria com Dina, foi gravado por Linda Rodrigues na RCA Victor.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Festivais de Música Popular
3 Chico Buarque
4 Luiz Gonzaga
5 Caetano Veloso
6 Raul Seixas
7 Assis Valente
8 Música Sertaneja
9 Lupicínio Rodrigues
10 Nelson Cavaquinho