Busca:

Ari Monteiro

Ari Monteiro
20/12/1905 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Compôs samba, fox, rojão, forró, bolero, xotes e outros ritmos musicais. Mais de 100 de suas composições foram gravadas por diferentes intérpretes, entre os quais, Luiz Gonzaga, Ivon Curi, Aracy de Almeida, Demônios da Garôa, Ari Lobo, Gerson Filho, Cyro Monteiro e Jackson do Pandeiro. Teve como parceiros, entre outros: João do Vale, Miguel Lima, Luiz Gonzaga e Gerson Filho. Seu principal parceiro foi Irani de Oliveira, com quem compôs entre outras, a marcha "Imigrante", o samba "Creio em São Paulo", gravados por Lolita Rios, a valsa "Aleluia" gravada por Sandra Helena, o samba "Vai saudade..." gravado por Léo Villar  e o samba "Padroeira do Brasil", gravada por Sandra Helena.  Em 1947, compôs com Luiz Gonzaga o samba "Meu pandeiro", gravado pelo próprio Gonzaga na Victor. Em 1950, Araci Costa gravou pela Todamérica a marcha "Também tenho", parceria com Peterpan. Em 1951, compôs com Roberto Martins o "Maxixe do beijo" e o samba "Se você me adora", gravados por Araci Costa na Todamérica. Em 1952, os Anjos do Inferno gravaram pela Copacabana os sambas "Vem cá xodó", parceria com Hianto de Almeida e "Vai saudade...", com Irani de Oliveira e, Jorge Goulart gravou também pela Copacabana o samba-canção "Menina Maria", parceria com João Crisóstomo e Alfredo Borba. Em 1953, Ataulfo Alves e Seu Estado Maior gravaram o samba "Conceição", parceria dos dois e, Roberto Paiva gravou o samba "Sombras do passado", parceria com Raimundo Olavo.  Em 1954, Jamelão gravou pela Sinter o samba "Sem teu amor", parceria dos dois e Hélio Chaves e Lolita Rios gravaram pela Copacabana o samba "De braços abertos", parceria com Roberto Martins. Em 1955, Odete Amaral gravou o samba-canção "Noites longas", parceria com Souza Rabelo e o samba "Espada de São Jorge", parceria com Antonio Rabelo. Em 1956, compôs com Maruim o baião "Saudade da boa terra", gravado no mesmo ano por Luiz Gonzaga e Dora Lopes gravou pela Continental o samba-canção "Tanto faz", parceria com Luís Antônio. Em 1957, Odete Amaral gravou os sambas "Dedo de Deus", parceria com Raul Marques e "Vieram me contar", com Umberto Silva. Em 1958, Bob Nelson e Seus Rancheiros gravaram pela Polydor o xote "Um vaqueiro na cidade", Emilinha Borba pela Columbia o samba "Resolve". No mesmo período, Jackson do Pandeiro gravou o baião "Tum-tum-tum", parceria com  Cristóvão de Alencar e, Abdias gravou "Roedeira dor do amor".  Em 1959, teve diversas composições gravadas por diferentes intérpretes entre as quais, "Obrigado São Jorge", samba, por Jair Alves, "A vida é bela", fox parceria com Bruno Marnet, por Neusa Maria, "Me ajude doutor", baião em parceria com Elias Ramos, por Valter Damasceno, o maracatu "Sertanejo do Norte", parceria com João do Vale, gravado por Luiz Gonzaga e o rojão "Mariana", feito com Barbosa da Silva e gravado por Ari Lobo. No mesmo ano, o samba "Rugas", assinado com Nelson Cavaquinho e Garcês, foi gravado por Roberto Silva, no LP "Descendo o morro - Nº 2", da gravadora Copacabana. Em 1960, Ivon Curi gravou a chegança "Forró do beliscão", parceria com João do Vale e Leôncio, Aracy de Almeida gravou o samba "Mulher de boêmio", parceria com Alcebíades Nogueira e Bruno Marnet gravou o samba "O samba do Genaro", parceria dos dois. Em 1961, os Demônios da Garoa gravaram o samba "Não emplaca 61", parceria com Monsueto Meneses. No mesmo ano, compôs com Gerson Filho o forró "Roedeira", gravado pelo próprio sanfoneiro alagoano Gerson Filho. Em 1962, Ari Lobo gravou o bolero "Pedido a São Jorge", Cyro Monteiro gravou "Pelo cano", com Noaci Marcenas e Zé Trindade gravou "Hoje à noite tem", com João Silva. Em 1963, compôs com João do Vale e José Ferreira a toada "Quem encosta em Deus não cai". Em 1964, compôs com Júlio Ricardo a toada "Rainha do mundo", gravada por Luiz Gonzaga. Em 1975, teve o samba "Rugas", parceria com Augusto Garcês e Nelson Cavaquinho regravado pelo cantor Luiz Cláudio no LP "Reportagem", lançado pela gravadora Odeon. Em 1979, a cantora Waleska gravou o samba-canção "Um de nós dois", com Arnaldo Moreira e Anselmo Peixoto no LP "Palavras amigas" lançado pela gravadora Copacabana.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Chitãozinho e Xororó
3 Elis Regina
4 Noel Rosa
5 Tom Jobim
6 Isolda
7 Bezerra da Silva
8 Bloco Carnavalesco Concentra Mas Não Sai
9 As Marcianas
10 Luiz Gonzaga