Busca:

Antonio Jardim

Antonio José Jardim e Castro
2/11/1953 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Em 1987 participou como representante brasileiro do "Festival de Música Contemporânea de Havana".
Em 1998 lançou o CD "Cantos de memória", gravado pelo "Projeto Tons & Sons", em uma produção da Sub-Reitoria de Desenvolvimento e Extensão da UFRJ - uma retrospectiva da trajetória do compositor, no qual contou com a cantora Andréia Pedroso interpretando as faixas "Morena", "Eternamente", "Correndo atrás", "O despertar de um deus de sal" e "Sem resposta".
A partir do ano de 2001 passou a integrar, como arranjador e violonista, o grupo Música Surda, também formado por Andréia Pedroso (cantora), Celso Garcia (violão de 6 cordas) e Eduardo Gatto (arranjador, violão de 8 cordas e guitarra portuguesa).
Em 2008, com o Música Surda, lançou o álbum "O Livro das canções", composto por dois CDs: "Tomo I - Letras pretas de concerto", para o qual compôs as faixas "Música surda", em parceria com o poeta Dante Milano; "Os portos" (c/ o poeta Fabiano Hollanda); "Dois elos" (c/ com o poeta Diego Braga) e "Poemas de instante", em parceria com a cantora e poeta Andréia Pedroso; e o CD "Tomo II - Mares brancos de palavras", em homenagem à poeta Cecília Meireles, no qual foram incluídos os seguintes poemas musicados pelo violonista:  "Canção da tarde no campo", "Província", "Canção nas águas", "Que ousarás contar da lua?", "Respiro teu nome" e "Cantar". Todas as faixas dos referidos discos foram interpretadas pela cantora Andréia Pedroso.
No ano de 2009 participou com o grupo Música Surda do "40º Festival de Inverno da UFMG", em Diamantina. No ano posterior, em 2010, realizou o lançamento internacional do CD do grupo Música Surda, apresentando-se em Portugal e em turnê nacional. Nesta temporada, apresentou-se nas filiais da CE Livrarias em Lisboa, Porto, Portimão e Coimbra; no Palácio Foz, Sala dos Espelhos, em Lisboa, na Casa Verdades Faria, Museu da Música Portuguesa, em Cascais e nas dependências da Universidade Nova, de Lisboa.
Em 2011, participou como Proponente, Coordenador, mediador, compositor e músico executante da "1ª Edição do Festival Tão Longe, Tão Perto: Música e Poesia em Língua Portuguesa", realizado no Rio de Janeiro em parceria com a UERJ, Faperj e CEFET/RJ. No ano seguinte, em 2012, atuou como orientador de diversos projetos de pesquisa e extensão pela Faculdade de Educação da UERJ.
Como compositor tem tido obras apresentadas nos mais importantes eventos destinados à música contemporânea, como Bienais e Panoramas de Música Contemporânea (Rio de Janeiro), Festival Música Nova (Santos / São Paulo), Ciclo de Música Contemporânea (Salvador), Encontros de Compositores Latino-Americanos (Belo Horizonte), Festival de Música Contemporânea de Havana (Cuba), Mostra de Música Contemporânea (Assunção-Paraguai).

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Assis Valente
4 Nelson Cavaquinho
5 João Gilberto
6 Hermeto Pascoal
7 Música Sertaneja
8 Ary Barroso
9 Gilberto Gil
10 Chico Buarque