Busca:

Antônio Borba


Varginha, MG

Dados Artísticos

Começou a carreira artística como cantor romântico. A partir de 1975, passou a dedicar-se à música sertaneja. Em 1978, lançou, pela gravadora Polyfar/Philips, o LP "Antônio Borba", no qual canta músicas como "Você está me perdendo", de Cláudio Fontana; "Quando eu menos esperar", de Isolda; "Amor verdadeiro", de Anastácia e Dominguinhos; "Letra do envelope", de Lúcio Cardim e Cândido Idalírio dos Santos e "Despertar com você", de sua autoria e Jean Pierre, além de três versões de Ronaldo Correia: "Perdoa a minha letra" para "Perdoname la letra", de Chico Navarro, "O último ato" para "El último acto", de Chico Navarro, Muñeca e Mandy, e "Igual a você" para "Lo mismo que usted", de Palito Ortega e D. Ramos. Em 1982, gravou, pela Som Livre, o LP "Caboclo decidido", no qual registrou vários clássicos da música sertaneja, como "Hoje eu não posso ir", de Lourival dos Santos e Tião Carreiro; "Do lado que o vento vai", de Raul Torres; "Caboclo decidido", de Serrinha e "Minas Gerais", de Raul Torres e João Pacífico; duas composições de sua autoria: "No meu sertão eu não passava fome", parceria com José Felipe, e "Cavalo assassino", com Gilson Carlos e Fernando Lellis, além de "Sonho de caminhoneiro", de Chico Valente e Neil Bernardes; "Felicidade de caboclo", de Pechincha e Gino Alves; "Troca de bala", de Zé Coqueiro e "Junco", de Téo Azevedo e Manoelito. Em 1991, lançou, pela gravadora Master Record, um LP que contou com as participações especiais de Sílvio Brito e do então jogador do Palmeiras Elzo, seu primo.

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Lupicínio Rodrigues
3 Garoto
4 Nalva Aguiar
5 Luiz Gonzaga
6 Pixinguinha
7 Assis Valente
8 Tom Jobim
9 Elza Soares
10 Caetano Veloso