Busca:

Antenor Bogéa


São Luís, MA

Dados Artísticos

Em 1993, lançou o CD "Samba em Paris", contendo suas canções "Fim de tarde" (c/ Demétrio Bogéa), "So many doors" (c/ Nonato Buzar, Rosinha de Valença e Sarah Benchimol), "Samba em Paris", "Da graça" (c/ Mozar Terra), "Ícaro" (c/ Mozar Terra), "J'oublierai" (c/ Laurent Pellicer), "Todas as portas" (c/ Rosinha de Valença), "Tão só minha", "Amor em pane", "Chant de l'aube" e "Je t'aime", versão de sua autoria para "Eu te amo" (Tom Jobim e Chico Buarque), além de "Cartomante" (Ivan Lins e Vitor Martins), "Souple comme um chat" (Mozar Terra e Nicole Trechot), "Amor até o fim" (Gilberto Gil). Teve músicas executadas nas emissoras de rádio francesas. O videoclip com o samba-título do disco foi veiculado em canais de televisão franceses. Apresentou-se, com o repertório do CD, em espaços parisienses.

Depois de quatro anos de atividade diplomática em Paris, foi nomeado cônsul do Brasil em Marselha. Levando a música brasileira para o Mediterrâneo, realizou um concerto em homenagem a Tom Jobim e um espetáculo no qual dividiu o palco com a cantora Nina Simone, diante de um público de 15.000 pessoas. Em seguida, fez shows em clubes de jazz e teatros da região provençal e da Côte-d’Azur.

Gravou, em 1996, o CD "Estações", com obras de Adoniram Barbosa, Gil, Edu Lobo, Jobim e Chico Buarque, e a participação de músicos marselheses. Realizou shows no Mediterrâneo e lançou o disco em Paris, no New Morning, com a presença de Baden Powell, Teca Calazans, Sivuca e Les Etoiles, entre outros.

Na década de 1990, apresentou-se em clubes de jazz parisienses, como New Morning, Latitudes Jazz Club, Petit Opportun, Nouveau Café, Petit Journal Montparnasse e Sunset, entre outros.

Em 1998, por ocasião da Copa do Mundo de Futebol na França, lançou em Paris e Marselha o CD single "Torcida Brasil". Nesse ano, foi transferido para Brasília e seguiu realizando apresentações, em cidades brasileiras e também no exterior.

Ao longo de sua trajetória, participou de vários festivais de música, dividindo o palco com Nina Simone, Baden Powell, Pierre Barrouh, Sivuca, Bia, Ricardo Villas, Raul de Souza, Simone Guimarães, Manu le Prince, Nazaré Pereira e Márcia Maria.

Tem entre seus parceiros Mozar Terra, Luiz Mochel, Isolda, Edu Santana, Rosinha de Valença, Cristina Saraiva, Nonato Buzar, Guilherme Coimbra, Jorge Veríssimo, Laurent Pellicer e Demétrio Bogéa, entre outros. Adaptou canções de Chico Buarque, Francis Hime e Tom Jobim para o idioma francês.

Em 2003, participou da noite de abertura do festival "Jazz à Vienne".

Em 2004, lançou o CD "Peregrino", gravado em Brasília, Rio de Janeiro e Madri, com arranjos dos maestros Farlley Derze, Leandro Braga e Zé Américo Bastos, contendo suas canções "Ela e eu" (c/ Olivar Campos), "Fim de tarde" (c/ Demétrio Bogéa), "Marinheiro" (c/ Guilherme Coimbra), "Teu olhar", "Sete chaves", "A bela vai chegar" (c/ Jorge Veríssimo Bogéa) e "Samba em Paris", além de "La ville engloutie", versão francesa de sua autoria para a canção "Futuros amantes" (Chico Buarque), "Pedaço de samba" (Luiz Quintanilha), "Mil horas" (Zé Américo e Oberdan Oliveira), "Joana francesa" (Chico Buarque), "Fleur de manacá (Pé de Manacá)" (Hervé Cordovil e Mariza Pinto Coelho), "Bandeira de aço" (Cesar Teixeira) e "Sex shop" (Eduardo Rangel). O disco contou com a participação especial de Alcione, Anna Condeixa, Célia Rabello, Fernando Sarney, Mano Borges, Márcia Maria, Mariana de Moraes, Miúcha, Paloma Berganza, Rita Ribeiro, Sandra Duailibe e Simone Guimarães.

Mais visitados
da semana

1 Mayck e Lyan
2 Gilberto e Gilmar
3 Adelmário Coelho
4 Aldir Blanc
5 Tiee
6 Rick e Renner
7 Hermeto Pascoal
8 Música Sertaneja
9 Cacaso
10 Noel Rosa