Busca:

Alice Caymmi

Alice Malaguti Caymmi
17/3/1990 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Sua primeira performance em palco foi aos 12 anos, em show de Nana Caymmi no Canecão (RJ). Na mesma época, cantou no trio elétrico de Margareth Menezes, na Bahia.

Em seguida, começou a participar de shows de Danilo Caymmi.

Em 2007, participou do encerramento dos Jogos Panamericanos, quando apagou a pira cantando com o pai.

No ano seguinte, atuou no programa “Som Brasil – especial Dorival Caymmi”, cantando as canções do avô “Nem eu” e “Sábado em Copacabana”.

Teve sua composição “Diamante rubi” incluída no CD “Sem poupar coração”, de Nana Caymmi.

Em 2012, fez temporada de dois meses no espaço Semente, na Lapa (RJ). Nesse mesmo ano, apresentou-se no Espaço Cultural Sérgio Porto e no Teatro Café Pequeno (RJ). Nesse mesmo ano, lançou seu primeiro disco, “Alice Caymmi”, com suas canções “Arco da Aliança” e “Sangue, água e sal”, ambas em parceria com Paulo César Pinheiro, “Revés”, “Mater Continua”, “Água marinha”, “Rompante”, “Vento forte” e “Tudo que for leve”, além de “Sargaço mar” (Dorival Caymmi) e “Unravel” (Björk e Guy Sigsworth).

Em 2013, foi indicada ao Prêmio da Música Brasileira, na categoria Revelação, pelo CD “Alice Caymmi”. Nesse mesmo ano, apresentou-se no espaço Audio Rebel (RJ), dividindo o palco com Rodrigo Campos.

Abrindo o show de Mart’nália, apresentou-se, no início de 2014, no Circo Voador, com uma prévia do show “Dorivália”. No repertório, “Canção da partida”, “365 igrejas”, “Maracangalha”, “Modinha para Gabriela”, “Oração de Mãe Menininha”, “Retirantes”, “A preta do acarajé”, “Adalgisa” e “Acalanto”, todas de Dorival Caymmi, além de “Iansã” (Caetano Veloso e Gilberto Gilberto Gil), esta última na releitura que obteve enorme repercussão nas redes sociais no ano anterior. No fim de 2014, lançou o disco “Senhora dos Raios”. Após uma incursão na obra do avô Dorival Caymmi, com direito a releituras de clássicos e turnê, a cantora acabou preparando um CD de regravações que vão de MC Marcinho a Caetano Veloso. Com produção de Diogo Strausz, o trabalho trouxe nove faixas: “Homem” (de Caetano), “Meu mundo caiu” (de Maysa), “Iansã” (de Gil e Caetano), “Princesa” (de Mc Marcinho), “Jasper” (Caetano, Linsay, Sherer), “Sou rebelde” (versão de Paulo Coelho), “Como vês” (de Bruno di Lulo e Domenico Lancellotti) e as autorais “Meu recado” (c/ Michael Sullivan) e “Antes de tudo”.  Em 2015, o disco foi incluído na lista “Os 10 melhores discos do ano”, publicada pelo jornal O Globo em referência ao ano de 2014. Também foi eleito o terceiro melhor disco nacional de 2014 pela revista Rolling Stone Brasil.  Em 2017, estreou, no Rio de Janeiro, um show prévia de seu novo disco. Com direção musical de Rodrigo Gorky, o espetáculo misturou músicas de discos anteriores, tais como “Tudo que for leve” e “Meu recado”, releituras de canções já conhecidas do grande público, como “Beleza rara”, “Deusa do amor”, “Rap do amor”, “Rap da cidade de Deus”, “Iansã”, “Princesa”, “Baile de favela”, “I miss her”, “Homem”, “Cilada”, “Sou rebelde”, as inéditas e autorais  “Sozinha”, “Leoa” e “Sangria”, “Hunter”, de Bjork e o single “Louca”, versão da música “Loca”, gravada por Talia. Em 2018 lançou o álbum “Alice”. O registro contou com participações e parcerias inéditas com Ana Carolina, Pablo Vittar e Rincon Sapiência. O trabalho deu origem à turnê #EuTeAviseiTour, que passou pelo Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo(SP). O material foi composto por nove faixas, sendo oito inéditas. Em 2019 lançou o CD “Electra” produzido em parceria com DJ Zé Pedro. Participaram do CD Itamar Assiere no piano e arranjos, Rodrigo "Funai" Costa na gravação e mixagem e  Ricardo Garcia na masterização. Para compor o repertório do CD escolheu as canções “De Qualquer Maneira” (Candeia), “Diplomacia”(Maysa), "Areia Fina" (Lucas Vasconcellos), “Mãe Solteira" (Elton Medeiros\Tom Zé), "Medo" (Reinaldo Ferreira), "Fracassos" (Fagner), "Pelo Amor de Deus" (Tim Maia), "Pedra Falsa" (Paulo César Pinheiro\ Mauro Duarte), "Me Deixa Mudo" (Walter Franco) e "Aperta Outro" (Danilo Caymmi\ Ana Terra). O show de lançamento ocorreu na Sala Adoniran Barbosa, no Centro Cultural São Paulo, com direção de Paulo Borges e figurinho de Alexandre Herchcovitch. Na ocasião foi acompanhada Itamar Assiere no piano. 

Mais visitados
da semana

1 Creone e Barrerito
2 Trio Parada Dura
3 Tiee
4 Caetano Veloso
5 Noel Rosa
6 Samara
7 Gilberto e Gilmar
8 O Trio do Brasil
9 Zé Paulo
10 Bruno e Marrone