Busca:

Alex Mesquita

Alex Augusto Mesquita Costa
22/10/1971 Salvador, BA

Dados Artísticos

Começou em festivais de colégio tocando guitarra elétrica com bandas de pop/rock.
No ano de 1997 começou a trabalhar com vários artistas baianos, entre os quais Roberto Mendes, Raimundo Sodré, Virgínia Rodrigues, Gilberto Gil, Flávio Venturini, Airto Moreira, Naná Vasconcelos, Margareth Menezes, Daniela Mercury, Carlinhos Brown, Ivete Sangalo, Arnaldo Antunes, Tereza Salgueiro, Caetano Veloso,  Zeca Baleiro e Aldo Brizzi.
No ano de 1998 atuou como músico e arranjador do CD "Bahia com Todas as Letras", produzido por Roberto Santana. Por essa época, atuava como guitarrista de Daniela Mercury. No ano seguinte, em  1999, produziu o workshop do guitarrista Scott Henderson no Museu de Arte Moderna. Neste mesmo ano trabalhou como violonista do cantor e compositor Roberto Mendes, com o qual participou do "PERCPAN", no show de Maria Bethânia. Ainda em 1999 comneçou a trabalhar como músico de Margareth Menezes.
No ano de 2000 foi premiado com dois "Troféu Caymmi", nas categorias "Melhor Banda" e "Melhor Composição" com a música "Caruru". Realizou o Workshop do violonista Luiz Brasil no Museu de Arte Moderna. Tocou no projeto "Caixa Acústica Mulheres", em Salvador e no Rio de Janeiro, no Canecão, quando acompanhou as cantoras Margareth Menezes, Cássia Eller, Sandra de Sá e Daúde. Neste mesmso ano de 2000 atuou como guitarrista da banda base que acompanhou Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Margareth Menezes e Rita Marley no evento "PERCPAN-2000" e trabalhou como músico na peça "Ópera Rei Brasil", dirigida por Paulo Dourado 2000. Por essa época começou a trabalhar como produtor, diretor musical e arranjador do festival da Petrobras "Prata da Casa".
No ano de 2002 tocou no grupo Aço do Açúcar, no La Palma Club, Itália e passou a trabalhar como guitarrista da cantora Gil, além de ter atuando como guitarrista de Aldo Brizzi no "Festival Nápoli-Bahia".
Em 2003 voltou a ganhar o "Troféu Caymmi", novamente na categoria "Melhor Composição". Neste mesmo ano lançou o CD instrumental "Curva do Tempo". Sua música "Lendas dos Gerais" esteve entre as finalistas do "II Festival de Música da Rádio Educadora", no ano seguinte, quando voltou a recebeu o "Troféu Caymmi", na categoria "Melhor Instrumentista". Ainda em 2004, integrando o grupo Aço do Açúcar, composto por Alex, Aldo Brizzi, Graça Reis e Luisinho do Jêje, participou do "Festival de Jazz de Ferrara" e logo depois lançou o CD "Aço do Açúcar".
Em 2005 fez temporada de seis meses na França, no musical "Mambo Místico", do diretor Alfredo Arias. Fez a direção musical, atuando também como guitarrista e violonista da cantora Mariene de Castro no teatro Sesi.
No ano de 2007 passou a trabalhar como músico de Carlinhos Brown. Fez a direção musical do espetáculo "Born to Samba", em Hamburg e Munich. No ano posterior, em 2008, com o espetáculo, voltou às mesmas cidades.
Em 2009 atuou como músico guitarrista no show "Naná Vasconcelos e Virgínia Rodrigues", no Sesc Vila Mariana, em São Paulo, e no "Festival Mestiço", da Casa da Música, na cidade de Porto, em Portugal.
Em 2010 apresentou o show "Virgínia Rodrigues e Alex Mesquita em concerto", em São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro e Recife.
No ano de 2011 fez show com Airto Moreira e Eyedentity no "Festival Copa Jazz", no Rio de Janeiro. Partipou como convidado de Flávio Venturini, no show no Teatro Tobias Barreto, na cidade de Aracajú. Ainda em 2011 foi o único acompanhante da cantora Virgínia Rodrigues no programa de auditório "Agora no Ar", da Rádio Roquette Pinto FM, do Rio de Janeiro, dirigido e apresentado por Ricardo Cravo Albin.

Mais visitados
da semana

1 Kátia Di Tróia
2 Noel Rosa
3 Caetano Veloso
4 Gonzaguinha
5 Gal Costa
6 Paulo Soledade
7 Tiee
8 Psirico
9 João Cavalcanti
10 Joaquim Calado