Busca:

Alcina Maria



Dados Artísticos

Em 1959, teve suas primeiras composições gravadas, os baiões "Diabo No Forró" e "Saudade De Jacobina", parcerias com Pedro Sertanejo, que as gravou em disco de 78 rpm pela gravadora  Todamérica. Em 1960, teve as primeiras parcerias com Osmar Navarro gravadas, as baladas "Oração", lançada por Osmar Navarro no LP "Quem é?", e "Meiga lua", no LP "Você, a canção e ... Osmar Navarro", ambos da Polydor. Em 1961, Osmar Navarro, no LP "Osmar Navarro e vocês", da Chantecler registrou "Conte até dez", "Coração cigano", "Era uma vez", "Amor de carbaval" e "Dia e noite", parcerias com Osmar Navarro. No mesmo ano, o cantor romântico Luis Alberto lançou a balada "Tadinho", com Osmar Navarro. Em 1962, o bolero "Amor perfeito",  com Osmar Navarro, foi gravado pela atris e cantora Dilu Melo no LP "Diluindo-se em melodias", do selo Som/Copacabana. No mesmo ano, Osmar Navarro gravou as baladas "Quero" e "Lenita", com Osmar Navarro, em 78 da Odeon, enquanto a cantora Rita Maria das Cambraia registrou, em 78 rpm do selo Orion, os baiões "Tá Faltando Coisa" e “Negócio É Baião", com Osmar Navarro. Em 1963, fez sucesso com a "Balada Da Esposa", com Osmar Navarro, gravada pelo próprio Osmar Navarro em 78 rpm da CBS. No mesmo ano, teve mais três parcerias com Osmar Navarro gravadas: "Chora Que Passa", pela cantora Mara Silva, pela Copacabana, "Dê-me a Mão", pelo cantor Silvinho, no LP "Recado de amor", da Odeon, e o samba "Pressentimento", pela cantora Elza Soares, no LP "Na roda do samba", da Odeon. Em 1964, a balada "A Tarde Sorriu Pra Mim    ", com Osmar Navarro, foi gravada pela cantora Rosana Toledo no LP "Momento novo", da Philips. Em 1965, o samba canção "Amor criança", com Osmar Navarro, foi gravado por Dalva de Andrade, no LP "A luminosa estrela", da gravadora Philips. No mesmo ano, o bolero "Praga", com Osmar Navarro, foi gravadopelo cantor Silvinho no LP "O astro do disco", da Philips. Em 1966, o samba canção "Ai de Quem", com Osmar Navarro, foi gravado pela cantora Clara Nunes no LP "A voz adorável de Clara Nunes", da gravadora Odeon. Em 1966, o samba "Ué", com Osmar Navarro, foi gravado por Elis Regina no compacto duplo "Dois na bossa", da Philips. Em 1967, o cantor Nilton César fez sucesso com a balada "Lenita", gravada em compacto simples pela RCA Victor, gravação que seria relançada em 1998 e 2000 em coletâneas com sucessos do cantor. Deixou mais de vinte e cinco composições gravadas, a maioria delas em parceria com Osmar Navarro.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Assis Valente
4 Nelson Cavaquinho
5 Hermeto Pascoal
6 João Gilberto
7 Música Sertaneja
8 Ary Barroso
9 Gilberto Gil
10 Lúcio Barbosa