Busca:

Aída Gnattali

Aída Gnattali
Circa 1910 Porto Alegre, RS
Circa 1990 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Em 1958, participou do LP "Brasiliana Nº 7 e 8 - Radamés Gnattali, Aída Gnattali (Piano) e Sandoval Dias (Sax Tenor)", da gravadora: Todamérica com a interpretação das composições "Brasiliana Nº 7 (I - Variações Sobre Um Tema De Viola II - Samba-Canção III - Choro" e "Brasiliana Nº 8 (I - Schottish II - Valsa III - Choro), ambas de Radamés Gnattali. Em 1960, juntamente com Chiquinho do Acordeom, ingressou no Quarteto Continental, que passou então a chamar-se Sexteto Continental. Neste ano, o sexteto fez vitoriosa excursão à Europa divulgando a música popular brasileira. No mesmo ano, participou ao lado do irmão Radamés de um concerto na Rádio MEC interpretando ao piano músicas de Ernesto Nazareth. Ainda em 1960, participou do LP "1960 - Radamés na Europa com seu sexteto e Edu - 3ª Caravana - Sexteto Radamés Gnattali / Luis Bandeira / Edu da Gaita", da Odeon, com a interpretação das músicas "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso, "Seu Ataulfo", de Radamés Gnattali, o pot-pourri ''Capricho Nortista'', com as músicas "Baião", "Asa Branca", "No Meu Pé de Serra", "Mangaratiba", "Juazeiro" e "Siridó", todas de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, "A Felicidade", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, "Primeiro Amor", de Patápio Silva, "O Apito no Samba", de Luiz Bandeira e Luis Antônio, "Batuque", de Edu da Gaita, "Foi A Noite", de Tom Jobim e Newton Mendonça, "Catete", de Humberto Teixeira, o pot-pourri ''Na Cadência do Baião'', com o samba "Não Interessa Não", de Luis Bittencourt e José Menezes, e "Baião da Garoa", de Luiz Gonzaga e Hervé Cordovil, "Alvorada", de Jacob do Bandolim. Em 1961, participou do LP "Radamés na Europa com seu sexteto e Edu - Nº 2 - Sexteto Radamés Gnattali / Luis Bandeira / Edu da Gaita", da gravadora Odeon, com as músicas "Parati Dançante", de Eduardo Souto, "Nova Ilusão", de José Menezes e Luis Bittencourt, o pot-pourri ''Melodias Brasileiras'' com as composições "Linda Flor (Ai Ioiô)", de Henrique Vogeler, Luis Peixoto e Marques Porto, "Pastorinhas", de João de Barro e Noel Rosa, "Carinhoso", de Pixinguinha e João de Barro, e "Apanhei-te Cavaquinho", de Ernesto Nazareth, "Amargura", de Antônio Correia, Hilton Simões e Toso Gomes, "    Mulata Assanhada", de Ataulfo Alves, "    Ingênuo", de Pixinguinha e Benedito Lacerda, "Uma Gaita Sobe o Morro", de Edu da Gaita, "    Manhã de Carnaval", de Luiz Bonfá e Antônio Maria, "Fantasia Carioca", de Alcyr Pires Vermelho e Osvaldo Santiago, "Contrapontando", de José Menezes, "Na Cadência do Samba", de Luiz Bandeira, e "Oiá de Rosinha", de Dilermando Reis. Em 1992, o selo Kuarup lançou, depois de 32 anos inédito, o CD "Radamés e Aída interpretando Nazareth e Gnattali", com a interpretação das músicas "Fon-Fon!", "Improviso", "Pairando", "Elegantíssima", "Apanhei-te Cavaquinho", "Gotas De Ouro", "Fidalga", "Confidências", "Digo" e "Vitorioso", todas de Ernesto Nazareth, além de "Schottisch (de Brasiliana Nº 8)", "Valsa (de Brasiliana Nº 8)", "Choro (Tocata) (de Brasiliana Nº 8)", "Marcha (de Suíte Coreográfica)", "Samba-Canção (de Suíte Coreográfica)", "Valsa (de Suíte Coreográfica)", e "Baião (de Suíte Coreográfica), todas de Radamés Gnattali.

Mais visitados
da semana

1 Dorival Caymmi
2 Elza Soares
3 Luiz Gonzaga
4 Assis Valente
5 Caetano Veloso
6 Nelson Gonçalves
7 Jane e Herondy
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 Nelson Cavaquinho