Busca:

Adryana Ribeiro

Adryana de Carvalho
22/10/1973 São Paulo, SP

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Começou a carreira artística aos 16 anos cantando em várias bandas de baile e gravando jingles. No ano de 1995 gravou o disco "Adryana Ribeiro", no qual interpretou "Faz carinho que é bom" (Sarah Benchimol e Alceu Maia) com a participação de  Martinho da Vila; "Vou te pegar de jeito" (Jorge Cardoso e Beto Corrêa); "Incendeia" (Dito); "Estação São Paulo" (Chico Roque, Jorge Cardoso e Miguel Paiva) com a participação do grupo Demônios da Garoa; "Flor de liz" (Djavan); "Dar e receber" (Martinho da Vila) e "Eu quero é mais", de Arlindo Cruz e Marquinhos PQD. No disco também contou com a participação de Raphael Rabello. Neste mesmo ano participou da trilha sonora da novela "A Próxima Vítima", da Rede Globo, sendo incluída no CD homônimo da trilha sonora, lançado pela gravadora Som Livre.  Em 1997, pela gravadora Sony Music, lançou o CD "Em busca do sol", com a faixa-título composta por Martinho da Vila e Nélson Rufino. Do disco também se destacaram as músicas "Brincadeira tem hora" (Beto Sem Braço e Zeca Pagodinho), "Quando a gente tem carinho" (Ronaldo Barcellos e Délcio Luiz), "Contando ninguém acredita" (Dalmo Beloti e Adilson Victor) e "Pedra de responsa", de Chico César e Zeca Baleiro. No ano posterior foi incluída na coletânea "Bodas de ouro", gravadora Sony Music. No ano de 1999 gravou o primeiro disco da banda  Adryana & A Rapaziada, grupo de forte apelo pop e eletrônico. O disco teve como destaque as faixas "Só faltava você", "Escuto o coração", "Que misturada" e "Tudo passa". Em 2001, ainda fazendo parte da banda Adryana & A Rapaziada, gravou o disco "Love lindo", destacando-se as faixas "Juventude" (Leandro Lehart), "Do meu jeito" (Umberto Tavares e Julio Borges), "Rock enredo" (São Beto e Voltaire), "O rock do rato" (Helio Matheus), "Vendedor de bananas" (Jorge Bem) e "Homenagem ao malandro", de Chico Buarque. Com forte apelo popular, a banda apresentou-se em diversos programas de rádio e TV por todo o Brasil. No ano seguinte, em 2002, a banda foi incluída nas coletâneas "Number one" e "Suinga Brasil". No ano de 2003 gravou o último disco integrando a banda Adryana & A Rapaziada. Com produção de Guto Graça Mello, do CD destacaram-se as faixas "Pense bem" (Herbert Vianna), "Beijando me devora" (Bebeto, Flávio Lima, Jefinho e Vadinho), "Seu tempo de amar" (Adelmo Casé), "Intenção" (Alexandre Lucas, Umberto Tavares e André Lima), "Melô do dinheiro" (Cristiano Oliveira), "Fases do amor" (Alexandre Lucas, Umberto Tavares e André Lima) e "Quando a gente briga", de autoria de Jorge Vercilo, composta para ela. Neste mesmo ano afastou-se da banda para retomar a carreira solo. Em 2005 lançou o CD "Brilhante raro", pela gravadora Deck Disc, no qual interpretou composições de Délcio Luiz e ainda de Paulo Ricardo. Entre as músicas do disco destacou-se a composição "Saudade vem", de Carlos Colla e Neneo. Em 209 participou do CD "Demônios da Garoa e Convidados". No ano de 2011 lançou o CD "Direitos iguais".

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 João Gilberto
3 Geraldo Pereira
4 Tom Jobim
5 Pixinguinha
6 Chitãozinho e Xororó
7 Caetano Veloso
8 Noel Rosa
9 Música Sertaneja
10 Gonzaguinha